rfi

No ar
  • RFI em Português
  • Noticiário em Português
  • RFI Mundo

França Emmanuel Macron União Europeia Estados Unidos

Publicado a • Modificado a

França vai votar contra negociações comerciais entre a UE e EUA

media
Emmanuel Macron, 10 de Abril em Bruxelas REUTERS/Susana Vera

O Eliseu anunciou que a França vai votar contra a abertura das negociações comerciais entre a União Europeia e os Estados Unidos, afastando-se da decisão dos Estados-membros que aprovaram o início destes diálogos no conselho europeu de ontem. Um anúncio feito em plena campanha eleitoral para as europeias.


"A França deve ser a única a votar contra", anunciou a Presidência francesa. Em comunicado Emmanuel Macron lembrou que a decisão se deve ao facto de não querer sustentar acordos comerciais com um não signatário do Acordo de Paris contra a mudança climática.

"Para a França não seria compreensível abrir negociações, porque não estamos de acordo com as exigências ecológicas. Um dos grandes compromissos europeus do presidente da República é colocar o clima no centro de sua gestão", acrescentou o Eliseu.

O chefe de Estado francês defendeu a posição ontem durante o Conselho Europeu, antes da votação que vai decorrer segunda-feira, que deve ser feita por maioria qualificada.

A União Europeia e os Estados Unidos estão a trabalhar há oito meses para materializar uma frágil trégua comercial, anunciada em Julho de 2018, depois de uma reunião entre Donald Trump e Jean-Claude Juncker.

O Presidente norte-americano pressiona desde então os europeus com ameaças de aumento dos preços dos carros caso as negociações não andem para a frente.

Para a Europa o acordo deve ser limitado aos bens industriais, mas os norte-americanos reiteraram a intenção de incluir a agricultura.