rfi

No ar
  • RFI em Português
  • Noticiário em Português
  • RFI Mundo

França Coletes Amarelos Protestos Manifestação Imposto

Publicado a • Modificado a

Governo apresenta conclusões do Grande Debate

media
Édouard Philippe, primeiro-ministro francês Philippe LOPEZ / AFP

Três meses depois do seu lançamento, o executivo francês começa a apresentar esta segunda-feira as conclusões do Grande Debate Nacional. Edouard Philippe garante que o Governo percebeu que é necessário “baixar o quanto antes os impostos”.


Reunido no Grand Palais, em pleno coração da capital francesa, o Governo começou a analisar as conclusões do Grande Debate Nacional. Edouard Philippe, primeiro-ministro francês, assegura que o executivo percebeu que é necessário “baixar o quanto antes os impostos” face a uma “imensa revolta fiscal”. O chefe do executivo quer uma resposta sem “hesitações” à “necessidade radical de mudança” dos franceses

A primeira exigência é, de facto, uma imensa revolta fiscal”, declarou esta manhã o primeiro-ministro francês durante um discurso no Grand Palais, concluindo o relatório detalhado das conclusões do Grande Debate Nacional.

Diante a “uma espécie de tolerância zero aos impostos”, “os debates, penso, indicam-nos claramente a decisão a adoptar: nós devemos baixar e baixar rapidamente os impostos”, acrescentou Edouard Philippe.

Antes de se dirigir ao Parlamento, previsto para terça e quarta-feira, e a poucos dias da primeira arbitragem do presidente Emmanuel Macron, o chefe do Governo francês mostrou-se determinado a anunciar decisões fortes depois da crise dos “coletes amarelos” e três meses de debate nacional.

Chegamos a um ponto, onde hesitar é pior do que errar. (…) Qualquer hesitação seria a meu ver imperdoável”, afirmou o primeiro-ministro que acrescentou que “o presidente já o disse, não podemos continuar a governar como antes” e, por isso, julga ser necessário “construir ferramentas para uma democracia mais deliberativa”.