rfi

No ar
  • RFI em Português
  • Noticiário em Português
  • RFI Mundo
Imprensa Semanal
rss itunes

Costa do Marfim, Brexit ou Inovação nos transportes

Por João Matos

Abrimos esta Imprensa Semanal, com a revista, JEUNE AFRIQUE, que faz a sua capa, com Costa do Marfim, o ambíguo, referência ao seu presidente da Assembleia.

Guillaume Soro, abstém-se de romper com o partido, RDR, mas, ao mesmo tempo, melhora suas relações com o PDCI e reactiva discretamente suas redes de contacto. Qual é a sua verdadeira estratégia para as presidenciais de 2020?

Considerado por muitos como o "melhor político da sua geração", reforça, na sombra, numerosas relações. Próximo de Henri Konan Bédié, perspectiva a formação duma aliança para as eleições presidenciais.

Guillaume Soro, sonha ser o Emmanuel Macron, à marfinense. Ousará ele também trair o presidente? Os seus apoios querem acreditar nisso e círculos próximos de Alassane Ouattara, estão disso convencidos, acrescenta JEUNE AFRIQUE.

Por seu lado, LA LETTRE DE L'OCEAN INDIEN, refere-se a Moçambique e aos proprietários da sociedade de investimento HAA Moçambique, que criaram a empresa de comércio de minerais, Gems 4Ever, para relançar as suas actividades mineiras, com a participação capitalística de Humberto José João. Este último faz parte da direcção do grupo de grande distribuição, Premier SuperStar.

Porque é que os presidentes africanos abandonam hospitais franceses, é o destaque de LA LETTRE DU CONTINENT. Durante muito tempo com reservas no Val de Grâce, os chefes de estado africanos tendem a abandonar as clínicas parisienses passando a fazer os seus check-ups, na Arábia saudita, Marrocos ou Israel. E no quotidiano, apostam sobretudo em médicos militares e cada vez mais raramente em especialistas franceses ainda activos no continente.

COURRIER INTERNATIONAL, destaca Addis Abeba, capital etíope, que virou definitivamente a página dos anos da ditadura. Hoje vive uma nova era, à imagem do país. Os músicos abraçam de novo a inventividade de outros tempos.

Ethiocolor, é uma banda de folclore do século XXI. Uma banda de cantores, bailarinos e músicos dos 17 aos 79 anos de idade, que tocam jazz, rock adaptados a instrumentos tradicionais e misturando o todo com a música etíope de regiões e épocas diferentes. 

Por cá, LE POINT, faz a sua capa, com o homem que nos vai fazer mudar de vida. Dara Khosrowshahi, patrão da Uber, aposta na revolução do trabalho e dos transportes, do preço da imobiliária, poder de compra, carros autónomos e voadores ou cidades verticais.

"Vivemos num mundo cada vez mais dinâmico e a natureza do trabalho tende a ser igualmente mais dinâmica. Cada um dos nossos motoristas é um pequeno empresário e podem ganhar muito mais do que ganham em função dos seus esforços", declara, o PCA  da Uber, ao LE POINT.

Por sua vez, L'OBS, destaca o Brexit, e agora? Divórcio de comum acordo ou um salto no escuro? A escolha pertence ao Parlamento britânico que se pronunciará, em dezembro, sobre o acordo concluído por Theresa May. 

Nesse interim, o episódio revela as qualidades de um povo que continua a ser o nosso inestimável e imprevisível vizinho. Sabia-se que os ingleses têm piada e são excêntricos. Mas o que se descobriu com o Brexit, é que finalmente, há um grande número deles que são europeus convictos. Os pró-europeus já não sabem o que inventar para mostrar o seu apego à União europeia..

Estes dias, exigem um "wooferendum", um voto para  para os nossos amigos de 4 patas que correm o risco de ficarem de quarentena por ocasião das suas viagens por causa do Brexit. Entre os organizadores da manifestação canina, figura Peter Cook, exibindo uma camisola com a inscrição "Fuck Brexit" !