rfi

No ar
  • RFI em Português
  • Noticiário em Português
  • RFI Mundo
Revista de Imprensa
rss itunes

Jovens americanos contra armas de fogo nos Estados Unidos

Por João Matos

As primeiras páginas dos jornais franceses estão dominadas por duas questões: manifestação de jovens americanos contra armas de fogo nos Estados Unidos e quebra do défice público em França.

LE MONDE, titula, défice público: França abaixo dos 3% pela primeira vez em 10 anos. Em 2017, o défice público francês atinge os 2,6% do produto interno bruto, um ganho positivo em relação aos 2,9% inicialmente previstos pelo INSEE, Instituto nacional de estatísticas. A França consegue assim ficar abaixo do patamar dos 3%  exigido pelos tratados europeus, sabendo que a taxa tinha sido alarmante em 2016, à volta dos 3,4% nota LE MONDE.

LE FIGARO, destaca,  por seu lado, homenagem a um herói francês, o tenente coronel Arnaud Beltrame que sacrificou a sua vida para salvar a de uma refém do ataque terrorista de Trèbes desta semana em território francês. No seu editorial o rosto do heroísmo, LE FIGARO, sublinha que Arnaud Beltrame, quis ir até ao fim da sua missão, não se preocupando com a sua vida, que ofereceu a outrém, pelo seu país, para cada um de nós”.

Também LA CROIX, trata o assunto, titulando uma homenagem nacional. Para o chefe de estado, o tenente coronel Beltrame tombou como herói em Trèbes, num ataque terrorista perto de Carcassone, no sul da França, que fez 4 mortos e 15 feridos.

A nível internacional, LIBÉRATION, titula, armas nos Estados Unidos, geração Parkland. Centenas de milhares de pessoas manifestaram em 800 cidades americanas no sábado reclamando um controlo acentuado das armas de fogo.

Um mês depois da matança de Flórida, a mobilização iniciada por alunos de liceus  adquiriu  uma dimensão inédita. Só em Washington foram cerca de 800 mil. Uma  nova geração de activistas que pretende pesar politicamente nas próximas eleições intercalares. Porque os adultos não foram capazes de fazer algo do género, tivemos que agir, afirma um desses jovens, citado por LIBÉRATION.

Por seu lado, L’HUMANITE, titula milhões de americanos dizem STOP às armas de fogo. De Washington a  Los Angeles, jovens estão na linha da frente duma sublevação histórica. A extraordinária mobilização de sábado por adolescentes e jovens induz uma viragem histórica nos Estados Unidos na luta contra porte e venda livres de armas de fogo, sublinha L’HUMANITÉ.

Mudando de assunto LE MONDE, dá igualmente relevo a Catalunha, dirigentes independentistas fora do jogo. O ex-presidente catalão, Carlos Puigdemont foi preso na Alemanha e aguarda uma provável expulsão para Madrid. O Supremo Tribunal espanhol prendeu 5 outros responsáveis independentistas entre os quais o candidato a presidente da região. Cerca de 55 mil pessoas manifestaram ontem em Barcelona tendo havido confrontos com a polícia que fizeram uma centena de feridos ligeiros, nota LE MONDE.

Em relação à Africa, o mesmo vespertino, destaca a juventude oromo que desafia o poder etíope. Começou hoje uma greve de três dias na região de Oromia  a mais vasta da Etiópia, enquanto numerosos jovens oromo, a maior comunidade do país fazia o mesmo na cidade de Adama, a 90 quilómetros da capital Adisabeba, no quadro de manifestações que sacodem a região muçulmana há mais de dois anos, sublinha LE MONDE.

Enfim, LA CROIX, destaca o Egitpo e a eleição presidencial num país asfixiado pela repressão. Muitas pessoas receiam que o regime autoritário aumente a repressão durante esta eleição presidencial que decorre de hoje a quarta feira no Egipto, nota LA CROIX.