rfi

No ar
  • RFI em Português
  • Noticiário em Português
  • RFI Mundo

França Paris Saint-Germain (PSG) Real Madrid Cristiano Ronaldo Futebol Liga dos campeões

Publicado a • Modificado a

Cristiano Ronaldo desafia Paris Saint-Germain

media
Cristiano Ronaldo, avançado do Real Madrid Reuters/Paul Hanna

O Paris Saint-Germain recebe esta noite o Real Madrid no Estádio Parque dos Príncipes, na capital francesa, num jogo a contar para a segunda mão dos oitavos-de-final da Liga dos Campeões europeus de futebol.


Recorde-se que na primeira mão, em Madrid, os espanhóis venceram por 3-1 com dois golos do avançado e internacional português, Cristiano Ronaldo. Os Parisienses acreditam no entanto no apuramento, como nos afirmou o médio ítalo-brasileiro Thiago Motta, que começou por falar do substituto de Neymar, o avançado Ángel Di María.

«O jogador que vai jogar no lugar de Neymar frente ao Real Madrid, está também a mostrar que tem um grande nível. Por isso temos confiança que podemos fazer um grande jogo e alcançar o apuramento. Na primeira mão a diferença foi apenas o resultado. Claro que o resultado de 3-1 é importante numa eliminatória a duas mãos, mas sabemos que em casa podemos marcar e podemos ganhar ao Real Madrid. Sabemos que vai ser um jogo difícil, mas também era difícil para o Real vencer em casa o Paris Saint-Germain. Vamos defrontar uma grande equipa, acho que temos todas as condições em casa de ultrapassar esta eliminatória. Temos todos vontade de jogar um encontro destes. Durante todo o ano estivemos a nos preparar para disputar um encontro destes. É óbvio que é um privilégio poder jogar e estamos todos prontos para esta partida», sublinhou Thiago Motta.

Quanto ao treinador espanhol, Unai Emery, afirmou que o PSG vai sentir a falta de Neymar, mas que há outros jogadores que podem fazer o papel do avançado brasileiro.

«Quando falta um jogador, há outro que entra. E o jogador que vai entrar vai dar tudo. Frente ao Real Madrid todos os jogadores são importantes, quer seja os onze jogadores que vão iniciar a partida, quer seja aqueles que poderão entrar. Di María está pronto e sabe o que é a Liga dos Campeões. Claro ele quer jogar, como qualquer um. Ele tem fome de bola. Acho que não é complicado motivar a equipa para o jogo frente ao Real Madrid, isso vai ser o mais fácil. No entanto posso dizer que o mais importante vai ser jogar com coração, mais que jogar com a cabeça. Quer dizer também precisa-se um pouco de cabeça (risos). Os jogadores vão sentir que são onze, mais o décimo segundo homem, o público, isso também os vai motivar. Todos os jogos são diferentes, mas este jogo é em Paris, isso é o mais importante», concluiu Unai Emery.

O jogo entre o Paris Saint-Germain e o Real Madrid decorre nesta terça-feira 6 de Março pelas 20h45.