rfi

No ar
  • RFI em Português
  • Noticiário em Português
  • RFI Mundo

França Desaparecimento Criança Polícia

Publicado a • Modificado a

Encontrados restos mortais de Maëlys de Araújo

media
O procurador da República de Grenoble, Jean-Yves Coquillat. JEAN-PIERRE CLATOT / AFP

As autoridades francesas já encontraram os restos mortais de menina luso descendente desaparecida a 27 de Agosto do ano passado, numa festa de casamento em Pont-de-Bonvoisin.


O suspeito de ter matado a menina luso-descendente Maëlys de Araújo, Nordahl Lelandais, acabou por confessar o crime e os restos mortais da menina de nove anos foram encontrados.

Passados seis meses do desaparecimento de Maëlys de Araújo, Nordahl Lelandais começou a colaborar com as autoridades. Confessou a morte e ajudou as autoridades a descobrir o cadáver defendendo sempre que morte resultou de um acidente.

O procurador da República de Grenoble, Jean-Yves Coquillat, confirmou que os restos mortais foram encontrados; "até agora, os pais estavam na pior das situações, na ignorância do que tinha acontecido à criança. Esta noite, eles sabem que a filha morreu, que foi morta e há alguns minutos descobrimos os restos [mortais] da criança".

Nordahl Lelandais foi nestes últimos meses o único suspeito do caso, mas negou sempre o envolvimento. O homem de 34 anos, um ex-militar, terá confessado a morte da menina e que tentou desfazer-se do corpo, mas defendendo tratar-se de um homicídio involuntário.