rfi

No ar
  • RFI em Português
  • Noticiário em Português
  • RFI Mundo
Revista de Imprensa
rss itunes

Esquerda francesa desunida às presidenciais em França

Por João Matos

As primeiras páginas dos jornais franceses estão dominadas por tentativas de negociaçoes entre as esquerda socialista e extrema esquerda, à procura duma união no quadro das próximas eleições presidenciais.

O jornal LIBÉRATION, titula Mélenchon-Hamon, dizem NÃO um ao outro! Nenhum dos dois candidatos quer assumir a responsabilidade, mas está consumado o seu divórcio, nota LIBÉRATION.

Por seu lado, L'HUMANITÉ, replica, Jean-Luc Mélenchon, a prova dos números. O candidato apresentou ontem o orçamento preciso do seu programa e a dinâmica que pretende imprimi-lo.

O candidato da "França insubmissa", propõe erradicar a pobreza, preparar uma planificação ecológica, aumentar os salários e a reforma aos 60 anos, sublinha L'HUMANITÉ.

No internacional, LE FIGARO, destaca os Estados Unidos, um mês após a sua investidura, Trump, na tempestade!

O presidente americano continua popular entre o seu eleitorado e determinado a lutar contra o sistema mas enfrenta um começo de mandato marcado por numerosas resistências.

São regulares manifestações da oposição, a imprensa acusa o presidente Trump de mentir ao que ele responde dizendo que os jornalistas são desonestos, enfim, o presidnete americano teve durante este mês dificuldades na formação da sua equipa, acrescenta LE FIGARO.

Trump quer deslegitimar a liberdade de imprensa, corrobora no seu editorial LE MONDE, acrescentando: ninguém discutirá o facto de a maioria dos mídias não ser favorável a Trump, que no entanto é o principal culpado se até agora a sua administração é mais vista como um barril de pólvora do que com a máquina bem oleada como se vangloria.

Em relação à África, LE FIGARO dá relevo à epidemia do Zika que está em regressão, mas vigilância é recomendada, enquanto se está no bom caminho para se conseguir uma vacina.

 

Tunísia: primeira volta de eleição presidencial consagra dois independentes

Parlamento britânico bloqueia estratégia de Boris Johnson sobre Brexit