rfi

No ar
  • RFI em Português
  • Noticiário em Português
  • RFI Mundo

França Moda Paris

Publicado a • Modificado a

Morreu a estilista francesa Emmanuelle Khanh

media
Emmanuelle Khanh ®Emmanuelle Khanh Ina

A estilista francesa Emmanuelle Khanh morreu aos 79 anos. Ela foi uma das pioneiras do pronto-a-vestir nos anos 60, numa altura em que o mundo da moda era dominado pelo reino da Alta Costura.


Emmanuelle Khanh foi uma figura determinante e pioneira do "prêt-à-porter" numa época em que reinava a Alta Costura. Ela criou um estilo para os jovens quando os outros estilistas se orientavam para uma moda mais madura.

Emmanuelle Khanh começou por ser manequim no final dos anos 50 para as casas Balenciaga e Givenchy, mas em 1969 lançou a sua própria marca, após colaborações pontuais com a Missoni e a Cacharel.

As silhuetas de Emanuelle Khanh desfilavam com saias de cinta baixa, camisas de colarinho comprido, óculos de volumes amplos e estrutura quadrada. A partir de 1971, a designer de moda lançou mesmo roupas de ski, quispos, guarda-chuvas, e até fez as modelos desfilarem em patins.

O negócio corria sob rodas e a sua primeira loja abriu portas em 1977 no bairro de Saint-Germain des Prés, em Paris. No entanto, a falência chegou vinte anos depois e ela teve de deixar as agulhas. No final dos anos 2000 um grupo holandês comprou a sua marca, colocando Didier-Marder à frente das colecções.