rfi

No ar
  • RFI em Português
  • Noticiário em Português
  • RFI Mundo
Revista de Imprensa
rss itunes

Brasil e Jogos Olímpicos na crise

Por João Matos

As primeiras capas dos jornais franceses estão dominadas pelo começo dos jogos olímpicos do Rio de Janeiro, no Brasil, mas também a ofensiva contra dos jiadistas em Mossul ou o novo chefe do Boko Haram, na Nigéria.

Jogos olímpicos sob tensão, é o principal título do jornal LE FIGARO, que faz referência igualmente à segurança, dopagem e crise brasileira num Brasil em plena tormenta política económica e social.

LE MONDE, traz um suplemento especial dos Jogos olímpicos e um editorial afirmando que é um ideal olímpico manchado. A cerimónia de abertura de hoje marca um a trégua e de repente esquece-se todas as agruras dos preparativos destes jogos, como a impreparação do país, corrupção, custo e dopagem dando lugar à competição.

No internacional, LE MONDE, dá relevo aos desafios da batalha de Mossul, com a preparação da ofensiva contra os jiadistas do estado islâmico no Iraque;  os jiadistas recuam, mas a capital iraquiana, Mossul,  continua sob o seu controlo.

Mas, muitas vezes adiada, a ofensiva das forças iraquianas e da coligação internacional, está a ser ultimada contra o centro nevrálgico da organização terrorista.

Em relação à África o mesmo vespertino, escreve ainda que o estado islâmico impõe uma mudança de chefe no seio de Boko Haram, designando Zabu Mussab Al Barnaui, originário do nordeste da Nigéria à frente do movimento africano que está à deriva.

Por último, LIBÉRATION, que descreve os problemas da Argélia, com a queda do preço do barril de petróleo  provocando baixa dos rendimentos petrolíferos, défice orçamental de 15 por cento do PIB com consequências no sector social do país.

Espanha:socialistas vencem eleições,mas terão dificuldades para governar