rfi

No ar
  • RFI em Português
  • Noticiário em Português
  • RFI Mundo
Revista de Imprensa
rss itunes

Hollande desafiado pela ala esquerda do PS francês

Por João Matos

As primeiras páginas dos jornais franceses tratam vários assuntos desde a divisão do partido socialista francesa, a super terça-feira das primárias nos Estados unidos, as eleições no Irão ou a situação dos imigrantes da Síria.

A principal manchete do jornal, LE FIGARO é Hollande e Valls desafiados ao máximo. Já fragilizados pelo debate sobre a destituição de nacionalidade, o executivo conhece novas tensões no seio da sua maioria com a reforma do direito do trabalho da ministra, Myriam El Khomri.

Esta semana é decisiva para o chefe de estado e o seu primeiro-ministro atacados em todas as frentes. Crise agrícola, contestado um aeroporto no oeste da França, impopularidade crescente, sobre o Código do trabalho e agora a ex-ministra socialista, Martine Aubry, que pede a saída da sua ala da direcção do partido socialista e reclama primárias à esquerda, no quadro das presidenciais de 2017, sublinha LE FIGARO.

Contra a lei El Khomri, o termómetro social está ao rubro, é a principal manchete do jornal L'HUMNANITÉ. O país acorda e a petição lançada na Net contra o Código do trabalho, atingia esta manha as 750 mil assinaturas, caminhando para um milhão, o objectivo dos seus promotores.

LE MONDE, faz a sua manchete com Estados unidos: Trump e Clinton, favoritos para o Super Tuesday, a conhecida super terça-feira de 1 de março com 11 estados americanos a pronunciar-se sobre os candidatos às investiduras democrata e republicana na corrida para as presidenciais americanas de novembro.

Do lado republicano, Ted Cruz tem de ganhar no seu estado do Texas, para continuar na corrida. Apoiado pela direcção do Partido republicano, mas preocupado com o sucesso de Donald Trump, o seu colega, Marco Rubio, que ainda não ganhou nenhuma primária tem de fazer proezas nesta super terça-feira.

Do lado democrata, Hillary Clinton, tem os votos dos negro-americanos e continua a ser a preferida dos superdelegados do Partido, nota LE MONDE.

Clinton, recupera-se, ao ganhar facilmente a primária do último fim-de-semana de Carolina do Sul, reforçando o seu campo para o embate de super terça-feira, afirma, por seu lado, LIBÉRATION, que, no entanto, faz da política interna francesa a sua principal manchete.

LA CROIX, faz o seu principal título com: Síria, tempo de trégua. O cessar fogo foi globalmente respeitado desde sábado. Milhões de sírios acordaram estes dois últimos dias sem o barulho de aviões, rajadas de balas ou tiros de obuses. Mas o regime e os rebeldes acusam-se de terem violado várias vezes o cessar fogo em vigor.

Em Beirute, Moscovo, Teerão e Istambul, as opiniões públicas oscilam entre prudência e apoio à política dos seus governos na Síria, nota LA CROIX.

Enfim, em relação à África, LE MONDE, dá relevo ao Burundi e o segredo das prisões. Desde as manifestações contra Pierre Nkurunziza, centenas de pessoas foram presas e torturadas e numa reportagem deste vespertino, os seus enviados ao Burundi, contam como é que eles próprios chegaram a ser detidos pela polícia e os métodos especiais de actuaçao dos serviços de informações.