rfi

No ar
  • RFI em Português
  • Noticiário em Português
  • RFI Mundo

Eleições legislativas Geórgia OTAN

Publicado a • Modificado a

Oposição e situação cantam vitória em eleições legislativas na Geórgia

media
O líder da oposição Bidzina Ivanishvili fala a simpatizantes logo após anúncio de resultados de boca de urna. résultats. Tbilissi, le 1er octobre 2012. REUTERS/Giorgy Kakulia/Georgian Dream Press Service/Handout

Oposição e situação proclamam vitória nas eleições legislativas desta segunda-feira, na Geórgia. As primeiras pesquisas de boca de urna dão vantagem à coalizão de oposição liderada pelo milionário Bidzina Ivanichvili, que se declarou vencedor em discurso transmitido por uma rede de TV da oposição.


“Ganhamos, o povo georgiano ganhou!”, proclamou Ivanichvili, líder do grupo Sonho Georgiano. Pouco antes, uma porta-voz do rival Movimento Nacional Unificado, atualmente no poder, disse que o partido do presidente Mikheil Saakachvili vai dispor de uma “sólida maioria no novo parlamento”.

“Nossa política exterior não vai mudar, vamos continuar nosso caminho em direção ao espaço da Europa Atlântica, vamos nos tornar, sem dúvida alguma, membros da Otan”, declamou o presidente Saakachvili na praça da Liberdade, no centro da capital Tbilissi, diante de milhares de simpatizantes.

Segundo a pesquisa de boca de urna realizada na saída de seções eleitorais pela televisão estatal, o partido de Ivanichvili obteve 35% dos votos proporcionais, enquanto o partido de Saakachvili ficou com 30%. Uma outra pesquisa dava vantagem maior à oposição (51%), contra 41% para a situação.

Essas eleições são cruciais, pois vão determinar mudanças na Constituição que aumentam os poderes do parlamento e do primeiro-ministro, reduzindo os do presidente em 2013, ano que marca o fim do segundo mandato de Saakachvili. O atual presidente não disputar um terceiro mandato presidencial.