rfi

No ar
  • RFI em Português
  • Noticiário em Português
  • RFI Mundo

Chile Futebol

Publicado a • Modificado a

Chile sofre para estrear com vitória na Copa América

media
Jogadores do Chile comemoram o gol de Arturo Vidal. Foto: Reuters

O Chile venceu em seu jogo de estreia na Copa América ao bater na noite desta quinta-feira (11) o Equador no Estádio Nacional de Santiago por 2 a 0. Os gols saíram apenas no segundo tempo. Arturo Vidal abriu o placar de pênalti, aos 21 minutos, e Vargas completou aos 38, depois de um contra-ataque fulminante que começou com um erro de passes no meio campo equatoriano.


A "Roja", como é conhecida a seleção do Chile, assume a liderança do grupo A. Nesta sexta-feira (12) entram em campo os outros dois times do grupo, México e Bolívia, que se enfrentam em Viña del Mar.

Apesar de não ter marcado gol, o atacante Aléxis Sánchez foi considerado o melhor em campo pelas jogadas perigosas e a assistência para o segundo gol chileno. Apesar de um entusiasmo contido da torcida, o Chile é apontado como um dos favoritos para erguer a taça. Em 44 edições da Copa América, a "Roja" nunca ganhou a competição e sua torcida espera que desta vez, com o torneio organizado em casa, a equipe acabe com esse longo jejum. 

Show de abertura

Antes de a bola rolar, a Copa América foi aberta com um show pirotécnico e um espetáculo de danças que durou cerca de 20 minutos e mostrou várias facetas da cultura chilena, além de referências aos 12 países participantes do torneio. A presidente Michelle Bachelet estava presente entre os 46 mil torcedores e foi vista vibrando muito da tribuna de honra.

Fogos de artifício durante a cerimônia de abertura da Copa América no Estádio Nacional do Chile. Foto; Reuters

Mas diante do clima social tenso no país, nenhuma autoridade quis fazer pronunciamentos na abertura oficial. Ontem os estudantes chilenos voltaram a fazer protestos por um ensino gratuito e de qualidade no país. A manifestação bloqueou parte do tráfego no centro da capital.