rfi

No ar
  • RFI em Português
  • Noticiário em Português
  • RFI Mundo

PSG Futebol Catar Paris

Publicado a • Modificado a

Para treinador do PSG, Lucas é o “futuro do clube”

media
Treinador do PSG, Carlo Ancelotti, durante entrevista coletiva, em Doha, em 29 de dezembro de 2012. REUTERS/Mohammed Dabbou

O treinador do Paris Saint Germain, o italiano Carlos Ancelotti, afirmou neste sábado que o atacante brasileiro Lucas Moura, que deve chegar neste domingo à concentração do time em Doha, será “o futuro do clube”.  


“É um grande jogador, jovem e será o futuro do clube. (Ele) tem muitas qualidades e não terá problemas em desenvolver uma boa relação com os outros jogadores. Poderá jogar em várias posições”, disse Ancelotti sobre o craque brasileiro de 20 anos.

“Estamos contentes porque não é fácil atrair um jogador tão importante que possa ajudar a equipe a se tornar ainda melhor”, acrescentou o italiano. Lucas será o único reforço do time neste período de transferência de jogadores e sua contratação “é suficiente”, segundo Ancelotti.

O brasileiro foi contrato junto ao São Paulo por mais de 40 milhões de euros com a condição de que ele se apresentasse em janeiro.

O jogador ainda não foi apresentado oficialmente mas já desfruta de muito prestígio na França e tem sido alvo de extensas reportagens na imprensa do país que o apontam até como o “messias” para o PSG.

Lucas deve se incorporar ao elenco neste domingo em Doha, onde a equipe treina até o dia 3 de janeiro. Os familiares dos jogadores foram convidados a acompanhá-los nesta temporada no Catar. O PSG foi comprado por um fundo de investimentos do país e dispõe de uma boa infraestrutura para treinamento. 

Atualmente o PSG é o líder do campeonato francês com o mesmo número de pontos do que o Olympique de Marselha e o Lyon mas tem a vantagem no saldo de gols.