rfi

No ar
  • RFI em Português
  • Noticiário em Português
  • RFI Mundo

Selecção Portuguesa Portugal Desporto Futebol Cristiano Ronaldo Europa Holanda

Publicado a • Modificado a

Futebol: Portugal goleado pela Holanda

media
Cristiano Ronaldo, Capitão da Selecção Portuguesa REUTERS/Denis Balibouse

A Selecção Portuguesa de futebol foi goleada na segunda-feira, 26 de Março, pela Holanda por 0-3 em Genebra na Suíça.


Perante mais de 20 mil espectadores, a Selecção Portuguesa de futebol disputou o seu segundo encontro nesta fase de preparação para o Mundial em apenas três dias.

Após uma vitória suada por 2-1 frente ao Egipto, com dois golos de Cristiano Ronaldo no tempo de compensação, desta vez Portugal foi derrotado e goleado pela Holanda, 0-3.

Um jogo que não contava com os principais elementos da equipa campeã europeia. Portugal apresentou o seguinte onze inicial: Anthony Lopes, João Cancelo, Rolando, José Fonte, Mário Rui, Manuel Fernandes, André Gomes, Adrien Silva, Bruno Fernandes, Ricardo Quaresma e Cristiano Ronaldo.

O seleccionador Fernando Santos fez os últimos testes para encontrar os derradeiros elementos que vão fazer parte da aventura russa para o Mundial. De notar que dois luso-cabo-verdianos foram titulares, Rolando (Marselha, França) e Manuel Fernandes (Lokomotiv Moscovo, Rússia).

No entanto essas alterações no onze não podem explicar tudo neste desaire. Na primeira parte, simplesmente, nada funcionou na equipa portuguesa que sofreu os três golos nesse período. Tentos apontados por Memphis Depay (11'), Ryan Babbel (32'), e Virgil van Dijk (45'+2).

Na segunda parte Portugal não conseguiu reagir e a situação complicou-se com a expulsão, por acumulação de amarelos, do lateral direito de João Cancelo aos 61 minutos de jogo. O resultado fixou-se em 0-3 para os holandeses.

A Holanda somou o segundo triunfo, mais de 22 anos depois, face à formação das "Quinas", que não perdia há 14 encontros.

Quanto a Portugal não perdia desde o 2-3 caseiro com a Suécia, a 28 de Março de 2017, e não sofria uma derrota tão pesada desde a estreia no Mundial de 2014 no Brasil, a 16 de Junho, frente à Alemanha, 0-4.

Declarações no fim do jogo

Fernando Santos, seleccionador de Portugal: "Podíamos ter tido um início melhor, a responsabilidade é minha. Vimos o último jogo da Holanda e procurámos uma estratégia que nos desse a capacidade de ter posse de bola e não permitisse ao adversário saídas para o contra-ataque. Conseguimos fazer isso nos primeiros 15 minutos, mas desorganizámo-nos no lance do primeiro golo, permitindo uma situação de quatro jogadores contra um num dos flancos e, a partir daí, as coisas complicaram-se. Ao intervalo, retificámos, disse aos jogadores o que estava mal, a equipa conseguiu fazer o que não tinha feito na primeira parte.Temos de tirar as coisas positivas desta derrota e as ilações devidas, coisa que farei".

Manuel Fernandes, médio luso-cabo-verdiano: "O jogo ficou logo definido na primeira parte. Só no segundo tempo, já a perder por 3-0, é que fizemos algo de positivo, mas isto não é Portugal. O problema na primeira a parte teve a ver com as transições defensivas, em que estivemos muito mal. Não tivemos agressividade defensiva após a perda de bola, o que foi um factor decisivo. Mas estivemos bem melhor na segunda parte".