rfi

No ar
  • RFI em Português
  • Noticiário em Português
  • RFI Mundo

Cabo Verde Transporte Mar Ligação Ilhas Arquipélago Empréstimo Ulisses Correia e Silva PAICV UCID

Publicado a • Modificado a

Cabo Verde: empréstimo bancário à CV Interilhas gera debate

media
Barco da frota da CV Interilhas. cvinterilhas.cv

Através de uma resolução publicada na passada Sexta-feira, o governo cabo-verdiano deu o seu aval a um empréstimo bancário de 4,6 milhões de Euros a favor da Cabo Verde Interilhas, a nova concessionária do transporte marítimo que iniciou a sua actividade no passado mês de Agosto. Ao justificar ontem esta decisão, o chefe do governo cabo-verdiano Ulisses Correia e Silva frisou tratar-se da prova de que o executivo acredita no projecto. Os partidos da oposição, por sua vez, contestam esta decisão.


Perante o debate gerado em torno da decisão do seu governo, Ulisses Correia e Silva explicou ontem que "em primeiro lugar, não dão garantias a projectos inviáveis" e que "em segundo, a garantia é apenas uma certificação não só junto dos bancos, mas de confiança e de qualidade transmitidos aos parceiros", o chefe do governo afirmando ainda ter tomado este opção "com base em dados e informações relativamente ao risco do crédito bancário". Oiçamo-lo.

Primeiro-ministro de Cabo Verde, Ulisses Correia e Silva em declarações recolhidas pela agência Lusa 17/09/2019 ouvir

Esta não tem sido todavia a visão dos partidos de oposição. Ao considerar que se trata de mais uma "medida errada" do executivo, o principal partido de oposição, o PAICV, declarou que esta decisão demonstra a "falta de transparência do concurso e a inconsistência das medidas do executivo, que não avalizou pedidos de empréstimo dos armadores nacionais para renovar a frota.

Por seu turno, a UCID, terceira força política do país, exigiu que o Governo reavalie todo o processo envolvendo o contrato com a CV Interilhas, caso contrário vai accionar a justiça. Mais pormenores com Odair Santos.

Odair Santos, correspondente da RFI em Cabo Verde 17/09/2019 ouvir

A CV Interilhas é detida em 51% pela portuguesa Transinsular, que venceu um concurso público internacional para assegurar o transporte marítimo entre as ilhas cabo-verdianas, enquanto os restantes 49% são detidos pelos armadores cabo-verdianos. Esta operadora iniciou as suas actividades de transporte marítimo de passageiros e carga em 15 de Agosto, tendo nos primeiros 18 dias transportado quase 37 mil passageiros.