rfi

No ar
  • RFI em Português
  • Noticiário em Português
  • RFI Mundo

Caxemira Autonomia Índia Crise Nuclear Paquistão Ásia Lusofonia

Publicado a • Modificado a

India retira autonomia a Caxemira enfurecendo Paquistão

media
Lojas fechadas em Caxemira depois da India ter revogado a autonomia desse território. Paquistão denuncia ilegalidade REUTERS/Danish Ismail

A India revogou a autonomia de Caxemira para libertar do terrorismo e do separatismo este território dos Himalaias de maioria muçulmana, no extremo norte do país, afirmou o primeiro ministro nacionalista hindu, Narendra Modi. O Paquistão qualificou por seu lado a decisão indiana de ilegal.


"Meus amigos, estou convencido de que poderemos libertar Jammu-e-Caxemira do terrorismo e do separatismo com esta forma de organização", declarou na televisão o dirigente indiano Narendra Modi, depois do governo ter posto fim ao estatuto de autonomia de Caxemira.

O governo indiano quer colocar sob tutela de Nova Deli, o território de Caxemira, que controla e que é reclamada por Islamabade.

Aliás, o Paquistão que já teve 3 guerras com a India, duas das quais à volta de Caxemira, reagiu imediatamente qualificando de "ilegal" a decisão indiana.

"O que é que querem que eu faça? Que eu ataque a India?, perguntou irritado o primeiro ministro, Imran Khan, no Parlamento, destacando as consequências de um conflito entre as duas potências nucleares.

Paquistão já descartou recorrer à força contra a India, declarou o ministro dos negócios estrangeiros, Shah Mehmood Qureshi, sublinhando, que o seu país quer "opções políticas, diplomáticas e jurídicas". 

Mas Islamabad, expulsou o embaixador da India no Paquistão e anulou um acordo bilateral. 

Enfim, de notar que o secretário-geral da ONU, António Guterres, exortou as partes a uma "retenção máxima".

E por cá na Europa, a chefe da diplomacia europeia, Federica Mogherini afirmou que "a União europeia apoia uma solução política entre os 2 países sobre Caxemira". 

Caxemira opõe as 2 potências nucleares India e Paquistão 08/08/2019 ouvir