rfi

No ar
  • RFI em Português
  • Noticiário em Português
  • RFI Mundo

Morna Cabo Verde Património Mundial Música Cultura Parlamento África Lusófona

Publicado a • Modificado a

Dia da Morna em Cabo Verde

media
Logótipo do Dia nacional da Morna, em Cabo Verde, no mural Facebook do Instituto do património cultural DR/Instituto Património cultural

Os caboverdianos assinalam hoje o dia da morna, género musical maior, que se quer, traduzir a essência do povo de Cabo Verde, no país e na diáspora. Este dia é marcado por uma série de actividades musicais e culturais com o ponto central na Assembleia nacional, onde decorrem a conferência "Pensar B.Leza" e uma exposição de fotografia, "Morna em Si".


O dia da Morna é comemorado hoje em Cabo Verde, cujo acto central a decorrer na Assembleia nacional, aposta na conferência "Pensar B. Leza e a Morna" e uma exposição de fotografias, "Morna em Si".

Este dia da morna, género musical maior de Cabo Verde, foi instituído, pelo Parlamento caboverdiano, em março deste ano, em homenagem ao compositor e músico caboverdiano, B.Leza, nascido a  3 de dezembro de 1903. 

Há todo um programa do dia nacional da morna, envolvendo instituições políticas e culturais de Cabo Verde, que começou ontem na Livraria Pedro Cardoso, nos arredores da capital, Praia, com uma tertúlia "Morna ontem e hoje - Tendências".

Este programa comemorativo extende-se até 21 de dezembro, com uma Noite-Branca, dedicada à grande voz da morna, Cesária Évora e à mulher caboverdiana, tendo pelo meio outros eventos relacionados com a morna.

Para o ministro da Cultura e das Indústria Criativa, Abraão Vicente, "celebrar a morna é celebrar a nossa essência como povo".

No quadro do evento de hoje "Pensar B.Leza e a Morna", moderado pelo sociólogo, César Monteiro, de destacar as conferências, "Pensar B.Leza", de Carlos Gonçalves, jornalista, músico e autor do livro "Kap Verd Band" sobre a história da música caboverdiana e "A Patrimonialização da Morna", do historiador, Edson Brito.

"A morna tem tido altos e baixos, mas neste momento, está com a sua pujança", declara à RFI, Edson Brito, do Instituto do Património Cultural, em Cabo Verde.

Edson Brito, historiador, sobre a Morna em Cabo Verde 03/12/2018 ouvir