rfi

No ar
  • RFI em Português
  • Noticiário em Português
  • RFI Mundo

Cabo Verde PAICV Janira Hopffer Almada

Publicado a • Modificado a

Manipulação de imagem da líder da oposição gera condenações

media
Janira Hopffer Almada, líder do PAICV. RFI/Neidy Ribeiro

A manipulação e publicação no facebook de uma imagem da líder do maior partido da oposição em Cabo Verde (PAICV) foi condenada pelo partido do Governo, o primeiro-ministro, o presidente da Assembleia Nacional e o chefe de Estado.


A manipulação e publicação nas redes sociais de uma imagem da presidente do PAICV, Janira Hoppfer Almada em posições pornográficas gerou uma onda de condenações.

Primeiro foi a própria Janira Hoppfer Almada, através do facebook a afirmar a imagem manipulada é mais uma tentativa para denegri-la.

Janira Hopffer Almada escreveu que foi alertada por "vários amigos e camaradas" de que estavam a circular nas redes sociais "imagens montadas e manipuladas, em situações pornográficas", com a fotografia da sua cara.

"Quanto desespero! Quanta vontade de me denegrir e de me atingir! Mas, confesso-vos que não me espantou! Pela baixa política de que tenho sido alvo, essa é apenas mais uma tentativa de me denegrir, por um lado, e de me desanimar, por outro lado!", publica nas redes sociais a líder do PAICV.

A presidente do PAICV garantiu que vai apresentar uma queixa na Comissão Nacional da Proteção de Dados e na Procuradoria-Geral da República contra os autores de montagens com a sua cara em situações pornográficas.

Em comunicado, o PAICV manifestou a sua "indignação e repúdio, pela baixa política, com a montagem e manipulação da imagem da presidente do partido".

Seguiram-se as condenações do primeiro-ministro, Ulisses Correia e Silva, de todos os partidos políticos, de organizações da sociedade civil e do Presidente da República.

Jorge Carlos Fonseca condenou a montagem usando a imagem de Janira Hopffer Almada e manifestou a "total solidariedade pessoal e institucional" para com a líder do maior partido da oposição. Mais explicações com o nosso correspondente em Cabo Verde, Odair Santos.

Correspondência de Cabo Verde 07/10/2018 ouvir