rfi

No ar
  • RFI em Português
  • Noticiário em Português
  • RFI Mundo

Acordo Forças Armadas Cabo Verde Estados Unidos

Publicado a • Modificado a

Cabo Verde : Reacções diferentes ao acordo SOFA

media
Treino de tiro das Forças Armadas de Cabo Verde Forças Armadas de Cabo Verde

A ratificação, nesta quarta-feira, do acordo militar SOFA (Status of Forces Agreement ),  pelo  Presidente da República de Cabo Verde, Jorge Carlos Fonseca, não foi aceite da mesma forma pelas diferentes forças políticas do País. Enquanto o MpD julga positivo este acordo militar com os Estados Unidos, o PAICV questiona-se sobre a constitucionalidade de tal documento.


O Governo congratula-se com decisão do Presidente da República em ratificar o acordo militar com os Estados Unidos - o SOFA. Para o Ministro de Estado, dos Assuntos Parlamentares e da Presidência do Conselho de Ministros, Fernando Elísio Freire, o acordo militar vai ajudar a tornar Cabo Verde um país mais seguro.

Na mesma linha, o partido que sustenta o governo - o MpD, avança que a ratificação do acordo SOFA vai trazer ganhos a nível da economia, da defesa e de segurança.

Já o maior partido da oposição - o PAICV, anuncia que vai suscitar, junto do Tribunal Constitucional, a fiscalização da constitucionalidade do SOFA. O porta-voz do PAICV, João Baptista Pereira disse que a ratificação do SOFA tem várias implicações.

O acordo SOFA define os termos da cooperação militar com os EUA e o estatuto dos soldados norte-americanos no país.

Oiça aqui a crónica de Odair Santos, correspondente da RFI em Cabo Verde:

 

Crónica de Odair Santos, em Cabo Verde 21/09/2018 ouvir