rfi

No ar
  • RFI em Português
  • Noticiário em Português
  • RFI Mundo

Cabo Verde África África Lusófona Hospital Gravidez Ilhas

Publicado a • Modificado a

Cabo Verde: Governo quer melhorar transferência de pacientes entre ilhas

media
Ilha do Sal, Cabo Verde RFI/NeidyRibeiro

O ministro da Saúde e da Segurança Social de Cabo Verde, Arlindo do Rosário, lamentou a morte de uma mulher grávida, na ilha do Sal, depois de ter sido transportada da ilha da Boa Vista num navio de pesca. Arlindo do Rosário disse que vão ser tomadas medidas para melhorar a transferência de pacientes entre as ilhas.


O ministro da Saúde e da Segurança Social de Cabo Verde, Arlindo do Rosário, Arlindo do Rosário, disse que vão ser tomadas medidas para responder às questões de transferência de pacientes entre as ilhas.

Por sua vez, a Comissão Nacional para os Direitos Humanos e a Cidadania (CNDHC) mostrou a sua indignação com a demora da transferência dos doentes entre as ilhas.

A CNDHC enviou uma carta ao Governo a exigir "medidas urgentes e adequadas para melhorar as respostas e garantir maior celeridade na decisão dos processos de evacuação" para que "estas sejam feitas em tempo útil e em condições de segurança desejáveis".

Oiça aqui a correspondência de Odair Santos.

Odair Santos, Correspondente em Cabo Verde 27/06/2018 ouvir

A indignação surgiu após a morte, este sábado, de uma grávida de 30 anos no Hospital da Ilha do Sal, após ter sido transportada da ilha da Boa Vista, numa embarcação de pesca.

O Presidente da República, Jorge Carlos Fonseca, considerou  “lastimável e de muita gravidade" a situação e instou o Governo a encontrar uma solução urgente para as transferências de pacientes entre as ilhas.

A companhia aérea Binter admite que foi contactada, mas alega que não foram cumpridos os requisitos para a transferência da grávida e que desde 2017 já efectuou mais de 90 transferências com todas as condições de segurança.

O principal partido da oposição, PAICV, acusou  o executivo de Ulisses Correia e Silva de desmantelar o sistema de transferências.

Por sua vez, o MPD (partido no poder) lamentou a morte da jovem e pediu ao governo que “melhore todas as condições necessárias para que a população seja atendida em cada ilha e, sobretudo, para que a questão da evacuação seja brevemente resolvida”.

O governo já anunciou a abertura de um "inquérito para apurar a verdade e o cabal esclarecimento da situação".