rfi

No ar
  • RFI em Português
  • Noticiário em Português
  • RFI Mundo

Paris Música Cabo Verde Portugal Concerto

Publicado a • Modificado a

Sara Tavares em concerto em Paris

media
Sara Tavares sobe ao palco do "Alhambra" esta noite em Paris. RFI/Miguel Martins

A luso cabo-verdiana Sara Tavares sobe esta noite ao palco da sala parisiense do Alhambra, no âmbito do festival “Au fil des voix”. Oportunidade para divulgar o seu mais recente trabalho discográfico “Fitxadu”.


É já a segunda vez que Sara Tavares participa no certame parisiense. Nesta 11ª edição, como nas anteriores, destacam-se e confrontam-se talentos vocais.
Sobe ao palco esta noite, em primeiro lugar, a franco-brasileira Agathe Iracema, navegando entre jazz e bossa nova.

Por sua vez Sara Tavares vem promover "Fitxadu", álbum que estreou no Outono de 2017. Um trabalho discográfico recheado de colaborações (os angolanos Paulo Flores e Toty Sa’ Med, o cabo-verdiano Princezito, o guineense Manecas Costa ou o centro-africano Boddhi Satva, por exemplo).

Um regresso aos discos após um longo silêncio de oito anos, na sequência de problemas de saúde para a nativa de Lisboa.

Cantora luso cabo-verdiana Sara Tavares 13/02/2018 ouvir

Agora com 40 anos, filha de pais cabo-verdianos, ela dera nas vistas na primeira edição de "Chuva de estrelas", primeiro programa televisivo de descoberta de talentos musicais em Portugal em 1993.

No ano seguinte ela ganha o Festival RTP da Canção com "Chamar a música", com letra de Rosa Lobato Faria, e representa Portugal em Dublin, na Irlanda, na Eurovisão.

Desde "Mi ma bô", produzido por Lokua Kanza (República Democrática do Congo) em 1999, Sara Tavares tem combinado pop, jazz e sonoridades africanas, alternando entre o português e o crioulo.

Balancé, em 2006, foi o disco do seu reconhecimento internacional. "Brincar de casamento"com Toty Sa’Med e "Coisas Bunitas" são os singles com maior projecção actual do seu mais recente trabalho.