rfi

No ar
  • RFI em Português
  • Noticiário em Português
  • RFI Mundo
Economias
rss itunes

Trabalho doméstico é a ocupação de 26% das mulheres cabo-verdianas

Por Cristiana Soares

Maioria das empregadas domésticas cabo-verdianas não tem contrato nem protecção social. O trabalho doméstico é a ocupação de 26% das mulheres cabo-verdianas, 92,8% sem contrato escrito e 16% sem protecção social.

Com o objectivo de alterar este cenário, foi apresentado esta semana na cidade da Praia, um anteprojecto de regulamentação do trabalho doméstico, numa iniciativa do Instituto Cabo-Verdiano para a Igualdade de Género (ICIEG) com o apoio da ONU Mulheres.

Ao microfone da RFI, Roselma Évora, coordenadora do projecto de empoderamento económico e político de mulheres iniciativa do Instituto Cabo-Verdiano para a Igualdade de Género, explicou esta proposta de regulamentação do trabalho doméstico no arquipélago.