rfi

No ar
  • RFI em Português
  • Noticiário em Português
  • RFI Mundo

Cabo Verde Chuvas Água Consumo

Publicado a • Modificado a

Cabo Verde: situação de emergência perante falta de chuvas

media
Ulisses Correia e Silva, Primeiro-ministro de Cabo Verde.

Em Cabo Verde, o Governo declarou situação de emergência hídrica no país por causa da falta de chuvas. As autoridades cabo-verdianas não excluem uma posterior racionalização.


Devido à falta de chuvas e com a justificativa segundo a qual Cabo Verde corre sérios riscos da falência de furos e da salinização da água nas zonas costeiras, o Governo de Cabo Verde declarou situação de emergência hídrica no país. As autoridades cabo-verdianas vão adoptar medidas para racionalizar a utilização da água, em que a prioridade será dada ao consumo humano, como declarou à imprensa, o ministro da Agricultura e Ambiente,Gilberto Silva.

O período de emergência hídrica em Cabo Verde declarada pelo Governo prevalecerá até finais de Outubro de 2018, mas se as condições climáticas se mantiverem, o período de emergência hídrica poderá ser prolongado.

Cabo Verde registou em 2017, níveis muito baixos de pluviosidade, enfrentando assim um dos piores períodos de seca dos últimos anos, que comprometeu práticamente na totalidade a campanha agrícola, com os produtos a escassear e a aumentar de preços nos mercados.

A decisão de declarar situação de emergência hídrica foi comunicada pelo porta-voz do governo de Cabo Verde, Fernando Elísio Freire, após o Conselho de Ministros de quinta-feira. O dirigente sublinhou que não está excluída uma posterior racionalização, para que haja uma maior eficácia no consumo de água no país.

Correspondência Odair Santos. Cabo Verde 16.12.2017 16/12/2017 ouvir