rfi

No ar
  • RFI em Português
  • Noticiário em Português
  • RFI Mundo

Aviação Brasil Embraer Airfrance

Publicado a • Modificado a

Grupo Air France-KLM compra 17 aviões da Embraer

media
Embraer é o terceiro maior construtor de aeronaves no mundo. Wikipedia

A fabricante brasileira Embraer anunciou nesta segunda-feira (30) a encomenda de 17 aviões pelo grupo Air France-KLM. O acordo tem uma cláusula que permite a venda de mais aeronaves.


A transação entre a Air France-KLM e a Embraer alcança US$ 764 milhões (R$ 2,49 bilhões) pela compra de 17 aviões. Se o pedido adicional de mais 17 aeronaves for confirmado, o valor pode chegar a US$ 1,5 bilhão (R$ 4,8 bilhões).

A frota da Embraer é destinada às filiais low cost do grupo franco-holandês, a Cityhopper e a Hop!. Os aviões a serem fabricados pela brasileira são o 15 E175, que transportam até 88 passageiros, e o E190, com uma capacidade máxima de 114 passageiros. Os aviões brasileiros vão substituir os modelos do construtor holandês Fokker.

“A decisão da KLM Cityhopper de adquirir mais E-Jets [modelo da Embraer] é um grande endosso e a confirmação de que o E-Jets são os aviões mais eficientes, confortáveis e de menor custo operacional no segmento de 80 a 110 passageiros”, disse Paulo Cesar Silva, presidente da Embraer.

Previsão de entrega

A entrega do primeiro avião está programada para ocorrer até o final do ano. “Quando a última aeronave deste pedido for entregue, o grupo Air France/KLM terá 71 E-Jets, a maior frota de E-Jets na Europa”, informa a empresa brasileira.

Desde que lançou os E-Jets, em 2004, a Embraer recebeu mais de 1.560 pedidos. Os aviões fabricados no Brasil foram vendidos para 65 companhias aéreas –tradicionais e de baixo custo- de 45 países. Com o desempenho na última década, a Embraer ocupa agora o terceiro lugar entre os fabricantes da aviação comercial, atrás da americana Boeing e da europeia Airbus.