rfi

No ar
  • RFI em Português
  • Noticiário em Português
  • RFI Mundo

Rádio Angola Greve Jornalistas Sindicato Técnico funcionário público África Lusófona

Publicado a • Modificado a

Greve de 10 dias na Rádio Nacional de Angola a partir de 29 de julho

media
Sindicato de jornalistas angolanos apela a greve de 10 dias a partir de 29 de julho em Angola DR/SJornalistas Angola

Os jornalistas e técnicos da Rádio Nacional de Angola, RNA, anunciaram hoje avançar para uma greve a partir de segunda-feira 29 de Julho e até 9 de Agosto denunciando a falta de confiança no actual conselho de administração. Em cima da mesa está o reajuste salarial entre outras reivindicações. 


Os jornalistas, operadores de estúdios e outras categorias da Rádio Nacional de Angola, RNA, anunciaram  hoje ma greve de 10 dias, a partir de segunda-feira 29 de Julho até 9 de Agosto.

O Sindicato dos jornalistas angolanos, SJA denuncia uma "falta de confiança do actual conselho de Administração" que acusa de violar sistematicamente acordos assinados.  

Teixeira Cândido, secretario-geral do Sindicato de Jornalistas Angolanos SJA, declarou à imprensa que  os "mais de 100 funcionários da Rádio nacional angolana manifestaram-se descontentes com o conselho de administração" durante uma assembleia dos trabalhadores, que "deliberou a paralisação total da RNA a partir da meia-noite de domingo para segunda-feira 29 de Julho até 09 de Agosto.

Teixeira Cândido do Sindicato de Jornalistas Angolanos 23/07/2019 ouvir

Nesta assembleia dos trabalhadores, vários funcionários tomaram a palavra, nomeadamente os jornalistas Africano Neto, Milonga Bernardo e Ana Cristina que deram a palavra de ordem para a greve:“basta de desrespeito” e “microfone sim, mas micro-vida não”. Eis a reportagem de Daniel Frederico.

Reportagem de Daniel Frederico, correspondente da RFi em Luanda 24/07/2019 ouvir

Reagindo à decisão de greve dos trabalhadores da RNA, o porta-voz da direcção Agnaldo Cahilo, diretor não executivo, disse à Televisão Pública de Angola TPA, que a "direcção está surpresa com a decisão do Sindicato"´ que qualifica de "dura e desnecessária" visto que na Radio Nacional de Angola, não existem Jornalistas a auferirem menos de 500 euros. 

Agnaldo Cahilo, porta-voz da direcção da Rádio Nacional de Angola 23/07/2019 ouvir

Fundada a 5 de Outubro de 1977, a Rádio Nacional de Angola é uma empresa de radiodifusão públicacom mais de 2000 jornalistas, técnicos e funcionários, única rádio cobre todo o país com delegações nas 18 províncias angolanas.