rfi

No ar
  • RFI em Português
  • Noticiário em Português
  • RFI Mundo

Publicado a • Modificado a

Angolanos nas ruas por um repatriamento de capitais justo

media
Parlamento angolano em Luanda AMPE ROGERIO / AFP

Em Luanda o grupo de cidadãos envolvidos na defesa de um justo de repatriamento de capitais voltaram ao largo da independência para mais uma vez lembrarem as autoridades que querem ser ouvidos pela assembleia Nacional.


Laura Macedo, uma das organizadoras da marcha, afirmou que pela primeira vez foi realizada uma manifestação contra o poder sem qualquer constrangimento.

“Correu bem a polícia apresentou-se, conversamos e ficamos tranquilos, durante duas horas e meia, dentro do Largo da Independência. Uma coisa inédita”, referiu.

O grupo de cidadãos que hoje saiu às ruas de Luanda está de acordo com o repatriamento de capitais, mas defendem que querem um repatriamento de capitais justos.

“Este dinheiro foi todo retirado do erário público, ele tem de voltar para o Estado. Não pode ficar na mão de quem nos roubou durante estes anos todos”, reitera Laura Macedo.

O grupo pretende que já foi recebido pelo grupo parlamentar da UNITA e CASA-CE, partidos na oposição, pretende ser agora ouvido pelo MPLA e pela Assembleia Nacional.

Laura Macedo lembrou igualmente que pediram uma diligência com o chefe de Estado, João Lourenço, mas até ao momento não obtiveram qualquer resposta.

O Conselho de Ministros aprovou no passado mês de Fevereiro a propostas de lei para o repatriamento de capitais no exterior de Angola, que concede 180 dias para este processo, sem qualquer poder criminal ou judicial por parte do Estado.

Laura Macedo, uma das organizadoras da marcha 14/04/2018 ouvir