rfi

No ar
  • RFI em Português
  • Noticiário em Português
  • RFI Mundo
Convidado
rss itunes

Angola: "O Campo da Morte: execuções sumárias em Luanda"

Por Isabel Pinto Machado

"O Campo da Morte" é o título do relatório recentemente divulgado, no qual o jornalista e investigador angolano Rafael Marques de Morais reporta 92 vítimas mortais, na sua maioria fuziladas por polícias

organizados em esquadrões da morte, entre Abril de 2016 e Novembro de 2017, nos municípios de Viana e Cacuaco, nos arredores de Luanda.

Relatório enviado em Abril passado ao comandante geral da polícia, ao Ministro do Interior e à Procuradoria Geral da República, que a 12 de Dezembro anunciou a criação de uma comissão de inquérito, para apurar a "veracidade dos factos".

Para Rafael Marques, que começa por descrever o que é "O Campo da Morte", o Presidente João Lourenço tem "alguma sensibilidade nas questões de direitos humanos" e pretende "dissociar o seu governo desse tipo de comportamentos brutais".

João Mosca "é ridículo" alegar Credibilidade do Estado na reestruturação da dívida

AI: empresas que vendem armas cúmplices das violações de direitos humanos

Insegurança alimentar entre as principais causas da migração na América Central

Moçambique: Amnistia Internacional quer que o Papa Francisco aborde direitos humanos