rfi

No ar
  • RFI em Português
  • Noticiário em Português
  • RFI Mundo

Eleições gerais angolanas 2017 Política Contestação Direito

Publicado a • Modificado a

Angola com resultados definitivos em breve

media
Comissão Nacional Eleitoral em Angola Lusa

A Comissão nacional eleitoral angolana promete para breve resultados definitivos das eleições de 23 de Agosto. Enquanto isso o Tribunal constitucional não deu provimento ao pedido de impugnação dos resultados provisórios apresentados pela CASA-CE.


A porta-voz da CNE, Comissão nacional eleitoral, Júlia Ferreira, assegurou nesta quarta-feira que os resultados oficiais definitivos serão tornados públicos no prazo legal, que expira a 6 de Setembro.

Estariam a faltar apenas dados relativos a uma das 18 províncias.

Enquanto isso o Tribunal Constitucional indeferiu o pedido da CASA-CE, uma das seis forças políticas concorrentes, de impugnação dos resultados provisórios já divulgados.

De acordo com Marcy Lopes, director do gabinete dos partidos políticos do Tribunal constitucional, não teria havido ilegalidade na divulgação dos primeiros números da CNE.

"De acordo com as actas simples, a CNE faz a apreciação do seu conteúdo e depois de reunido (conteúdo) começa a fazer a divulgação dos resultados provisórios."

Enquanto isso numa conferência de imprensa conjunta a UNITA, CASA CE, PRS e a FNLA apelaram nesta quarta-feira a que os seus militantes se mantenham calmos.

Por sua vez a Conferência episcopal de Angola e São Tomé apelou às forças políticas que disputaram o escrutínio para que respeitem a vontade do povo angolano nas urnas.

Segundo dados provisórios da CNE o MPLA, partido no poder, teria sido partido mais votado com 61,05% dos votos, contra 36,71% para a UNITA, 9,46% para a CASA-CE, 1,33% para o PRS, 0,90% para a FNLA e 0,49% para a APN.