rfi

No ar
  • RFI em Português
  • Noticiário em Português
  • RFI Mundo

Angola Banco Economia Finanças

Publicado a • Modificado a

Angola: Governador do BNA no Clube de Paris

media
Banco Nacional de Angola RFI

O Governador do Banco Nacional de Angola está em deslocação à capital francesa. Um encontro com o "Clube de Paris", mas também com o patronato e bancos deste país europeu estão na agenda de Celso Filipe.


Angola pretende integrar a lista de equivalência da supervisão bancária do Banco central europeu.

Caso Luanda seja bem sucedida deixa de depender exclusivamente do Banco Nacional de Angola para ter acesso a reservas cambiais, como é o caso actualmente.

As relações com o Clube de Paris têm sido algo turbulentas: Angola beneficiou de um reescalonamento da sua dívida externa em 1987, antes de ser membro do FMI e do Banco Mundial.

A Angola tem sido exigida a implementação de um programa de estabilização e ajustamento económico e financeiro.

O Clube de Paris não pode proceder ao alívio da dívida externa sem um aval prévio do estado real das finanças e da não implementação das medidas propostas.

Esta deslocação do Governador do Banco nacional de Angola Celso Filipe incluía encontros com o patronato francês e com os bancos "Société génerale" e "Crédit Agricole".

Luanda pretendia, com esta visita, restabelecer a confiança dos parceiros franceses no sistema bancário angolano, fragilizado com escassez de divisas num contexto da queda do preço do petróleo, principal produto de exportação.

Pelo que o Banco central em Angola defende uma política monetária virada para a produção nacional criando condições para a exportação.