rfi

No ar
  • RFI em Português
  • Noticiário em Português
  • RFI Mundo

Califórnia Calor Estados Unidos Los Angeles Morte Verão

Publicado a • Modificado a

Temperaturas chegam a 50°C com onda de calor excepcional na Califórnia

media
Moradores de Los Angeles se abrigam do sol e do calor sob guarda-sol, ao lado do chafariz no Music Center Plaza. REUTERS/Jonathan Alcorn

A onda de calor excepcional que atinge os estados americanos da Califórnia, Nevada e partes do sul do Arizona, já provocou dezenas de hospitalizações por casos de insolação. Em Las Vegas, 34 pessoas foram hospitalizadas na sexta-feira depois de passarem mal durante um concerto ao ar livre. Outros 170 espectadores receberam cuidados médicos devido a náuseas e exaustão.


As autoridades americanas enviaram reforço policial à fronteira dos Estados Unidos com o México, temendo que imigrantes que tentam entrar ilegalmente no território americano acabem morrendo no deserto. Durante a semana passada, pelo menos três pessoas que tentaram atravessar a fronteira foram encontradas mortas no Arizona, vítimas das altas temperaturas.

A maratona no deserto de Mojave, perto de Las Vegas, foi cancelada pelos organizadores. Em Death Valley, o turístico Vale da Morte no sul da Califórnia, a temperatura chegou a 53°C no sábado, ficando próxima do recorde
registrado em 29 de junho de 1994. O Vale da Morte é um dos lugares mais quentes do planeta.

As temperaturas baixaram um pouco neste domingo. Los Angeles tem previsão de temperatura máxima de 32°C, Salt Lake City, 39°C, e El Paso, 41°C. Mas a trégua é apenas momentânea, porque a previsão é de forte calor durante a semana que vem.