rfi

No ar
  • RFI em Português
  • Noticiário em Português
  • RFI Mundo

Tunísia Zine al-Abidine Ben Ali Arábia Saudita Morte

Publicado a • Modificado a

Tunísia: Morreu Ben Ali

media
Zine al-Abidine Ben Ali, antigo presidente tunisino (1987-2011), morreu.Ele aqui prestava juramento a 12 de Novembro de 2009, no parlamento para um quinto mandato presidencial. FETHI BELAID/AFP

O antigo Presidente tunisino Zine Ben Ali morreu esta Quinta-feira na Arábia Saudita onde se encontrava exilado desde a queda do seu regime em 2011, segundo anunciou o advogado da sua família. A hospitalização do antigo chefe de Estado de 83 anos tinha sido confirmada há uma semana.


Ben Ali dirigiu a Tunísia durante 23 anos com mão de ferro.

A revolução democrática de 2011, precursora das chamadas primaveras árabes, acabou por o obrigar a refugiar-se na Arábia Saudita.

Ele tinha chegado ao poder em Novembro de 1987 ao destituir Habib Ben Ali Bourguiba, o pai da nação.

Formado em electrónica e na área militar Ben Ali dirigiu, nomeadamente, na sua ascensão política, a segurança militar.

Onde se empenhou em denunciar o perigo dos islamitas.

Torna-se secretário de Estado em 84 e, depois, ministro da administração interna, em 87 afasta o emblemático mas envelhecido Bourguiba.

Ao chegar à presidência toma como alvo os islamitas, mas também os vários quadrantes políticos, reprime a imprensa e aceita apenas uma oposição de fachada.

A sua família controla as riquezas do país enquanto o desemprego dos jovens alastra.

A 17 de Dezembro de 2010 um estudante desempregado de Sidi Bouzid, no centro, imola-se após a polícia lhe ter confiscado a fruta e a hortaliça que queria vender, por não dispor de alvará para o efeito.

É o rastilho de pólvora que originaria o levantamento popular que obriga Ben Ali a deixar Tunes a 14 de Janeiro de 2011.

Morte de Ben Ali 19/09/2019 ouvir