rfi

No ar
  • RFI em Português
  • Noticiário em Português
  • RFI Mundo

Desporto Basquetebol Afrobasket Basquetebol Feminino Angola Moçambique África Lusófona África

Publicado a • Modificado a

Afrobasket'2019: Moçambique no 4° lugar, Angola no 5°

media
Selecção Moçambicana de basquetebol feminino. Courtesy of FIBA

A Selecção moçambicana de basquetebol feminino perdeu perante a seleção do Mali na Dakar Arena, na capital senegalesa, por 54-66, no jogo de atribuição do terceiro lugar no Afrobasket 2019. Moçambique acabou por arrecadar o quarto lugar, enquanto Angola ficou no 5°.


A Selecção moçambicana não conseguiu terminar no pódio pela sétima vez. As moçambicanas já alcançaram três vezes a medalha de prata, três vezes a medalha de bronze, mas nunca venceram a prova. Nesta edição de 2019, Moçambique ficou no quarto lugar.

O jogo ficou resolvido no primeiro período em que o Mali conseguiu uma vantagem larga vencendo por 8-19. Apesar de se aproximar das malianas, Moçambique nunca conseguiu passar para a frente do marcador. O resultado final fixou-se em 54-66 para o Mali.

Tamara Seda, vice-capitã das moçambicanas, fez a Cândido Camara, o balanço do torneio.

Tamara Seda, vice-capitã das moçambicanas 19/08/2019 ouvir

A melhor marcadora de Moçambique e do encontro foi Leia Dongue com 22 pontos apontados.

No que diz respeito à Selecção angolana terminou no 5° lugar ao derrotar a República Democrática do Congo por 68-48. A melhor marcadora de Angola e do encontro foi Italee Lucas com 18 pontos marcados.

Apolinário Paquete, treinador angolano, fez um balanço positivo de Angola neste torneio.

Apolinário Paquete, Treinador de Angola 19/08/2019 ouvir

Recorde-se que no Afrobasket feminino 2017, Angola tinha terminado no 6° lugar numa prova que decorreu no Mali.

De notar que a Nigéria, campeã em 2017, acabou por revalidar o título ao vencer o Senegal por 60-55.

Moçambique e Angola com prémios individuais

A moçambicana Leia Dongue foi eleita no cinco ideal da competição, integrando o lote das melhores basquetebolistas do torneio.

A também moçambicana Tamara Seda foi a melhor basquetebolista nos ressaltos com 57.

A angolana Italee Lucas terminou com melhor atleta nos tiros a três pontos com 12 realizados e concretizados.

Jogos Olímpicos, próximo objectivo

Moçambique e Angola, com o quarto e o quinto lugares, apuraram-se para fase de qualificação para os Jogos Olímpicos de 2020 em Tóquio.

O sorteio já foi realizado: Moçambique vai defrontar a Nigéria e a RDC, enquanto Angola vai medir forças com Senegal e Mali.

Os dois primeiros de cada grupo avançam para as meias-finais. As vencedoras das meias-finais apuram-se para os Jogos Olímpicos que vão decorrer em Tóquio no Japão. Os jogos vão decorrer apenas em Novembro.

Com a colaboração do nosso correspondente em Dacar, Cândido Camará.