rfi

No ar
  • RFI em Português
  • Noticiário em Português
  • RFI Mundo
Urgente
Itália: Primeiro-ministro apresentou a sua demissão
Semana em África
rss itunes

Estragos em Moçambique dificultam assistência às vítimas

Por Marco Martins

O nosso programa "Semana em África" deste sábado 4 de Maio tem como principal destaque os estragos causados pelos ciclones Idai e Kenneth que dificultam as ajudas a chegarem a bom porto.

A chuva e os estragos causadas pelos ciclones em Moçambique, dificultam a assistencia das vítimas. Quem o diz é Djamila Cabral, representante da OMS em Moçambique. Mais pormenores com Orfeu Lisboa.

Ainda em Moçambique,

Até domingo, o Comité Central da Frelimo, no poder, está reunido na cidade da Matola, nas imediações da capital, para examinarem os relatórios dos órgãos diretivos do partido, a situação política e económica do país assim como reflectirem sobre os preparativos das eleições gerais de 15 de Outubro. No discurso de abertura desta reunião, o Presidente da República que é também líder da Frelimo, Filipe Nyusi, reclamou o desarmamento da Renamo e disse que pretende que isto aconteça ainda antes das eleiçoes.

Passamos ao resto da actualidade na África Lusófona,

Em Angola, o presidente angolano João Lourenço visitou as províncias do Namibe e Cunene que, com a da Huíla, são sujeitas a graves e cíclicas estiagens, que este ano causaram já a morte de mais de 12 mil cabeças de gado, apesar de até agora, oficialmente, não mortes humanas. O padre Pio Wakussanga , presidente da "Associação Construindo Comunidades", acredita que a visita do presidente à região poderá impulsionar medidas mais pragmáticas e urgentes para fazer face à estiagem.

Na Guiné-Bissau, em relação ao caso arroz do povo, depois de o delegado do Ministério Público Blimat Sanhá ter ordenado no passado sábado à policia judiciária que restitua ao ministério da agricultura os 725 sacos de arroz doados pela China e instaurado um processo crime contra 5 agentes da PJ por crimes de violação de domicílio, sequestro e dano qualificado, a PJ em comunicado pediu investigação ao magistrado Blimat Sanhá por crimes de prevaricação e corrupção passiva. Na óptica do jurista e activista dos direitos humanos Fodê Mané, a actuação do Ministério Público neste caso pode ser equiparada a obstrução.

Em Cabo Verde, a 1 de Maio foi a ocasião para os sindicatos chamarem a atenção do executivo sobre a perda de poder de compra e o aumento do desemprego no país.

Para fechar uma nota cultural,

No âmbito do Dia Internacional do Jazz patrocinado pelo Unesco, que teve este ano como mestre de cerimónia o conhecido pianista e compositor americano Herbie Hancock, o género musical é celebrado no mundo inteiro, como elemento de congregação e elo de paz entre as pessoas. Moçambique também celebrou o International Jazz Day, como nos resumiu o saxofonista Moreira Chonguiça.

E chegamos ao fim desta Semana em África. Voltamos no próximo sábado.

Assinado acordo de cessação definitiva de hostilidades militares em Moçambique