rfi

No ar
  • RFI em Português
  • Noticiário em Português
  • RFI Mundo

Djurtus Mambas Palancas Negras Tubarões Azuis Futebol Desporto CAN Cabo Verde Angola Guiné-Bissau

Publicado a • Modificado a

Futebol: África Lusófona a um passo do CAN’2019

media
Baciro Candé, seleccionador da Guiné-Bissau. GABRIEL BOUYS / AFP

O apuramento para o Campeonato Africano das Nações entrou na recta final com a realização da 5ª e penúltima jornada durante este fim de semana. Angola e Moçambique venceram, Guiné-Bissau empatou e Cabo Verde perdeu.


À entrada para a última jornada que vai decorrer em Março de 2019, nenhuma seleção lusófona está afastada do apuramento, mesmo se a tarefa parece mais complicada para algumas do que para outras. Ponto da situação.

Guiné-Bissau e/ou Moçambique apurado(s)?

Esta quinta jornada trouxe poucas novidades no Grupo K, apenas uma é de relevo: o dito ‘favorito’ do grupo, a Zâmbia, que jà venceu o CAN, ficou arredado do apuramento após a derrota por 1-0 frente a Moçambique.

Um resultado que permite aos Mambas ocupar o terceiro lugar com 7 pontos, a um ponto dos líderes, Guiné-Bissau e Namíbia, que empataram sem golos em território namibiano. Quanto à Zâmbia tem quatro pontos e já não pode alcançar um dos dois primeiros lugares do Grupo.

Na derradeira jornada, as duas seleções lusófonas vão defrontar-se e isso, claro, torna mais complicado o apuramento conjunto da Guiné-Bissau e de Moçambique. No outro encontro, um empate é suficiente para a Namibia na deslocação à Zâmbia.

Angola, um triunfo para o CAN’2019

Angola ocupa o segundo lugar com nove pontos, atrás da Mauritânia que lidera o Grupo I com 12 pontos e está a um passo de alcançar o apuramento para o CAN que vai decorrer nos Camarões.

Os Palancas Negras venceram por 2-1 o Burkina Faso, comandado pelo Treinador português Paulo Duarte. Um triunfo que permitiu aos angolanos subirem ao segundo lugar.

No entanto na derradeira jornada, Angola deverá vencer na deslocação ao Botsuana para garantir o apuramento, ou esperar que o Burkina Faso não vença a Mauritânia. Apesar da situação favorável, os angolanos não podem abrandar.

Cabo Verde, a um passo de ser eliminado

Cabo Verde, sob o comando técnico do português Rui Águas, deslocou-se ao Uganda e acabou por perder por 1-0. Um resultado desfavorável para os cabo-verdianos visto que descem para o quarto e último lugar no Grupo L com quatro pontos.

Na liderança, e apurado para o Campeonato Africano das Nações, já se encontra o Uganda com 13 pontos. No segundo lugar encontramos duas Nações, o Lesoto e a Tanzânia, com cinco pontos, e no último lugar os Tubarões Azuis com quatro.

De notar que o Lesoto, a jogar em casa, venceu por 1-0 a Tanzânia. Um resultado que até ajudou Cabo Verde, porque um triunfo dos Tanzanianos teria ditado o afastamento do país lusófono.

A derradeira jornada decorre a 21 de março. Cabo Verde recebe o Lesoto enquanto a Tanzânia vai acolher o Uganda. Para alcançar o apuramento, visto que os dois primeiros de cada grupo apuram-se para o CAN, os Tubarões Azuis têm de vencer e contar com um resultado negativo dos Tanzanianos.

O Campeonato Africano das Nações decorreu de 15 de junho a 13 de julho nos Camarões.