rfi

No ar
  • RFI em Português
  • Noticiário em Português
  • RFI Mundo

Eleição presidencial Mali Eleições Presidenciais Presidente África Ibrahim Boubacar Keita

Publicado a • Modificado a

Mali: IBK caminha para novo mandato

media
Ibrahim Boubacar Keïta, actual Presidente maliano (esquerda), vai medir forças com Soumaïla Cissé (direita). STR, ISSOUF SANOGO / AFP

O Presidente cessante do Mali, Ibrahim Boubacar Keïta, também conhecido como IBK, chegou na frente nas Presidenciais do passado domingo, 29 de Julho, tendo obtido 41,42% dos votos, segundo os resultados comunicados pelo Ministério da Administração do Território.


Ibrahim Boubacar Keïta, actual Presidente maliano, vai estar presente na segunda volta das Eleições Presidenciais, defrontando o segundo candidato mais votado, Soumaïla Cissé, que obteve 17,8% dos votos.

Soumaïla Cissé ficou muito aquém das suas próprias expectativas e já afirmou que não ia aceitar estes resultados. No entanto não admitiu que ia recorrer dos resultados perante a justiça.

20 outros candidatos ficaram arredados da segunda volta. De notar no entanto que o empresário Aliou Diallo surge no terceiro lugar, com 7,95% dos votos, e o ex-chefe do Governo de transição em 2012, Cheick Modibo Diarra, fica no quarto, com 7,46%.

Quanto à participação foi de 43,06%, uma taxa superior à média que era constatada neste país.

Estas eleições ficaram ainda marcadas por uma série de alegados ataques jihadistas que interromperam a votação, em áreas rurais, isto apesar da mobilização de mais de 30 000 membros de forças de segurança nacionais e estrangeiras.

Cerca de 700 mesas de voto das 23 000 não puderam abrir devido a incidentes violentos que decorreram, de acordo com o Governo.

Fodé Mané, jurista e antropólogo guineense, afirma que já houve contestação quanto ao tratamento, tempo de antena e número de cartazes em espaços privilegiados dos candidatos, e isso terá de mudar, na segunda volta, para evitar a revolta popular. Oiça aqui :

Antropólogo guineense Fodé Mané 03/08/2018 ouvir

 

A segunda volta das Eleições está prevista para 12 de Agosto.