rfi

No ar
  • RFI em Português
  • Noticiário em Português
  • RFI Mundo

Teatro França Festival de Avignon 2018 Migração Portugal África

Publicado a • Modificado a

“Do bosque para o mundo” abre Festival de Avignon

media
Cartaz da 72ª Edição do Festival de Teatro de Avignon Festival d'Avignon

Arrancou esta sexta-feira a 72ª Edição do Festival de Teatro de Avignon. Até dia 24 de Julho a cidade medieval acolhe 47 espectáculos do programa oficial e mais de 1500 do festival paralelo independente OFF.


A abrir a selecção oficial está a peça "Do bosque para o mundo", de Inês Barahona e Miguel Fragata.

As migrações é o tema de abertura da edição deste ano do Festival de Teatro de Avignon. Dois portugueses inauguraram o certame com uma peça para crianças, que aos mais novos tenta explicar o drama dos refugiados. Em palco a história de duas crianças afegãs enviadas pela mãe com destino a Inglaterra e que se separam durante o percurso.

A edição deste ano apresenta uma panóplia de espectáculos que questionam o tema do género e denunciam qualquer tipo de discriminação, desde a opressão patriarcal à transfobia, com Olivier Py, o director do festival a assumir as rédeas deste combate.

De África chegam vários espectáculos, a maioria proveniente do norte do continente africano. Destaque para um espectáculo de dança Do Burkina Faso, Ben & Luc.

Da lusofonia, além do "Do bosque para o mundo", dos portugueses Inês Barahona e Miguel Fragata, no mais importante festival de teatro de França, estará ainda o espectáculo “Pur Présent”, escrito e encenado por Olivier Py, numa co-produção com o Teatro Nacional D. Maria II.

A autora Joana Craveiro, do Teatro do Vestido, participará no fórum de escrita para teatro e o compositor Nuno da Rocha marcará presença nas noites do La Chartreuse.