rfi

No ar
  • RFI em Português
  • Noticiário em Português
  • RFI Mundo

Nigéria Rapto Boko Haram Extremismo Islâmico

Publicado a • Modificado a

Autoridades nigerianas resgatam estudantes raptadas

media
Soldado nigeriano perto do rio Yobe, no nordeste da Nigéria Florian PLAUCHEUR / AFP

As forças armadas da Nigéria anunciaram ter resgatado algumas das 111 estudantes que desapareceram durante um ataque perpetrado pelo grupo extremista Boko Haram numa escola em Dapchi.


Os militares nigerianos anunciaram ter recuperado os corpos de duas estudantes. Dezenas de raparigas continuam desaparecidas e 76 já regressaram à aldeia de Dapchi, onde foram resgatadas na segunda-feira.

Os números não são claros, mas estima-se que cerca de 111 raparigas tenham desaparecido há três dias no decorrer de um ataque de militantes do grupo extremista islamista Boko Haram a uma escola no nordeste da Nigéria onde se encontravam 889 estudantes.

Em Dapchi, o dia de hoje é vivido de forma partilhada entre a celebração com canções e orações do regresso da maioria das jovens resgatadas e a morte de duas raparigas cujas circunstâncias nas quais terão falecido continuam desconhecidas.

Este desaparecimento acontece quatro anos depois do rapto de 270 raparigas de uma escola na localidade de Chibok. A nova acção do Boko Haram vem confirmar as frágeis condições de segurança no nordeste da Nigéria, apesar de vários anos de esforços por parte das autoridades para combater os extremistas islâmicos.