rfi

No ar
  • RFI em Português
  • Noticiário em Português
  • RFI Mundo

Tunísia Emirados Árabes Unidos Voos Terrorista Mulheres

Publicado a • Modificado a

Tunísia suspende voos para Emirados Árabes Unidos

media
O Presidente da Tunísia Beji Caid Essebsi em Tunes por ocasião da Conferência Tunisia 2020 . 29 de Novembro de 2016. REUTERS/Zoubeir Souissi

Segundo as autoridades da Tunísia,as suas homólogas dos Emirados Árabes Unidos decidiram tomar medidas excepcionais para impedir que mulheres tunisinas viagem para a região para o país do Golfo. O governo dos Emirados Árabes Unidos suspeita a deslocação ao seu país de mulheres tunisinas esteja relacionada com a tentativa de actos terroristas.


As medidas de segurança excepcionais que as autoridades dos Emirados Árabes Unidos têm aplicado desde sexta-feira às mulheres tunisinas, que tencionam deslocar-se ao país do Golfo, desencadearam protestos, na Tunísia.

Segundo a porta-voz do governo tunisino, Saida Garrach, as autoridades dos Emirados Árabes Unidos dispõem de informações graves sobre projectos de atentados no país. Garrach, acrescentou que o regresso de jiadistas tunisinos da Síria e do Iraque estaria ligado a possibilidade de actos terroristas, a serem cometidos por mulheres da Tunísia ou possuindo um passaporte do país da África do Norte.

De acordo com Saida Garrach, algumas dessas potenciais terroristas poderiam viajar para os Emirados Árabes sob falsas identididades, por conseguinte o governo do Estado do Golfo emitiu instruções para que a Emirates Airlines ,companhia nacional, negue à mulheres tunisinas o acesso aos voos com partida de Tunes para Abu Dabi.

As passageiras afectadas pelas medidas de segurança afirmaram, que a única informação que lhes foi dada, é que mulheres tunisinas não são autorizadas a viajar com as linhas aéreas dos Emirados Árabes Unidos.

Nos últimos dias o governo tunisino foi obrigado a efectuar diligências junto do seu homólogo dos Emirados Árabes Unidos, para que cidadãos seus pudessem voar com a Emirates Airlines a partir de Tunes, Abu Dabi, bem como de Beirute.

Em represália às medidas tomadas pelas autoridades dos Emirados Árabes Unidos, a Tunísia decidiu domingo suspender os voos entre Tunes e o Dubai.

O Presidente da Tunísia, Beji Caid Essebi apelou através de um comunicado , para que independentemente dos motivos alegados, os direitos das mulheres tunisinas não sejam violados.