rfi

No ar
  • RFI em Português
  • Noticiário em Português
  • RFI Mundo

África África Lusófona CEDEAO Guiné-Bissau PAIGC Paris

Publicado a • Modificado a

"Cumplicidade" da CEDEAO poderá fazer da Guiné-Bissau um Estado falhado

media
Carlos Gomes Júnior, Primeiro-Ministro Guineense deposto DR

O Primeiro-Ministro deposto, Carlos Gomes Júnior afirmou em Paris que a "cumplicidade" da CEDEAO poderá fazer da Guiné-Bissau um Estado falhado.


As declarações foram feitas no final do encontro do Primeiro-Ministro deposto, Carlos Gomes Júnior, com a comunidade guineense a residir em Paris. Carlos Gomes Júnior disse que é o Primeiro-Ministro legítimo do país, e logo que a Comunidade internacional crie as condições necessárias tenciona regressar ao país.

Carlos Gomes Júnior, primeiro-ministro guineense deposto 08/07/2012 ouvir

Carlos Gomes Júnior, primeiro-ministro guineense deposto 08/07/2012 ouvir

Carlos Gomes Júnior falou da reforma da Força de Defesa e Segurança e lembrou ainda que há todo um programa de restruturação das Forças Armadas da Guiné-Bissau.

Carlos Gomes Júnior, primeiro-ministro guineense deposto 08/07/2012 ouvir

Mamadu Djaló Pires, Ministro Guineense dos Negócios Estrangeiros até ao golpe de Estado de 12 de Abril, que também marcou presença no encontro, reconheceu que actualmente são os militares que exercem o poder na Guiné-Bissau.

Mamadu Djaló Pires, MNE guineense deposto 08/07/2012 ouvir

Iancuba Indjai, secretário executivo da Frente Nacional Anti-Golpe- Frenagolpe- falou da carta aberta à Comunidade Económica dos Estados da África Ocidental- CEDEAO- iniciativa que a Frenagolpe lançou aqui em Paris.

Iancuba Indjai, secretário executivo da Frente Nacional Anti-Golpe 08/07/2012 ouvir

 

 Com a colaboração da jornalista Liliana Henriques.