rfi

No ar
  • RFI em Português
  • Noticiário em Português
  • RFI Mundo

África Lusófona África Festival França

Publicado a • Modificado a

Sons lusófonos dão ritmo ao festival "Rio Loco" em Toulouse

media
Cartaz do Festival Rio Loco, Toulouse, Junho de 2012 Leonardo Silva/RFI

Termina amanhã em Toulouse, no sudoeste da França, o festival "Rio Loco", um certame consagrado este ano aos artistas da lusofonia.


Um dia antes do encerramento da décima oitava edição do festival "Rio Loco" o fado com a sua universalidade de património mundial confirmou o seu estatuto de género popular, mas não forçosamente convencional. A fadista Mariza transformou no espaço de uma hora e meia o fado numa celebração rock. A nova diva do fado fez cantar a maré humana que descobriu que com a Mariza o fado é movimento.

Num registo diferente a banda moçambicana Ghorwane levaram ao palco do festival um dos mais belos recitais. A banda continua a preservar os ritmos tradicionais e levou o público a entrar num transe corporal que provocam as músicas da banda moçambicana. Pedro "Pula" o dj angolano radicado em Portugal, também marcou presença neste evento com o seu projecto batida.

Mas nem só de sons vive o festival "Rio Loco" O artista, cineasta, fotógrafo e jornalista angolano, Nguxi dos Santos, foi seleccionado entre 200 fotógrafos para expor o seu trabalho, "Povos e Lugares"- uma espécie de geografia da história e das culturas de Angola.

Com a colaboração do nosso enviado especial a Toulouse, no sudoeste da França, Leonardo Silva.

Correspondência de Leonardo Silva 16/06/2012 ouvir

Grupo moçambicano Ghorwane 16/06/2012 ouvir
João Carlos Schwalbach, teclista da Banda moçambicana Ghorwane 16/06/2012 ouvir
Pedro Pula, Dj angolano 16/06/2012 ouvir

Nguxi dos Santos, artista, cineasta, fotógrafo e jornalista angolano 16/06/2012 ouvir

Nguxi dos Santos, artista, cineasta, fotógrafo e jornalista angolano. 16/06/2012 ouvir