rfi

No ar
  • RFI em Português
  • Noticiário em Português
  • RFI Mundo

África Lusófona Aviação Moçambique

Publicado a • Modificado a

Companhias aéreas moçambicanas na lista negra

media
Companhias aéreas moçambicanas proíbidas de voar para o espaço europeu

A Comissão Europeia proíbiu as transportadoras aéreas moçambicanas certificadas de voar para a União Europeia. A decisão ficou a dever-se ao facto das transportadoras aéreas terem sido inseridas na "lista negra" da UE.


 

A Comissão Europeia adotou , nesta terça-feira, a décima sétima actualização da lista das companhias aéreas proibidas de voar para a União Europeia. Dessa lista fazem parte as companhias aéreas de Moçambique, que estão impedidas de voar para a UE, por apresentarem deficiências detetadas na área da segurança.

Segundo o comunicado de Bruxelas, todas as decisões foram tomadas com o apoio unânime do Comité da Segurança Aérea da UE, constituído por peritos dos estados membros.

Entretanto os voos da companhia aérea moçambicana, entre Lisboa e Maputo, iniciados este mês, deverão manter-se, apesar da inclusão da transportadora na "lista negra" da União Europeia. Esta decisão, deve-se ao facto da responsável por esta operação ser a EuroAtlantic , uma companhia europeia com todos os requisitos exigidos.

A decisão da Comissão Europeia deixou surpresa a companhia aérea de bandeira nacional, que avançou, que ainda não foi oficialmente notificada da proíbição de voar para o espaço europeu.

De salientar ainda, no que diz respeito aos PALOP, que a companhia aérea angolana TAAG, bem como a de São Tomé e Príncipe continuam incluídas na lista negra da Uniao Europeia que inclui 269 transportadoras aéreas de 21 países.

 

Com a Colaboração do nosso correspondente em Maputo, Orfeu Lisboa.

Correspondência Moçambique 19/04/2011 ouvir