rfi

No ar
  • RFI em Português
  • Noticiário em Português
  • RFI Mundo

África Lusófona Angola Governo

Publicado a • Modificado a

Ministro do interior angolano afastado do cargo

media
Ex-ministro do Interior Roberto Leal Monteiro Ngongo”. www.minint.gov.ao

O chefe de estado angolano, José Eduardo Santos, decidiu exonerar o ministro do interior, Roberto Leal Monteiro “Ngongo”, depois do ministro ter extraditado ilegalmente, em 2009, um cidadão português que residia em São Tomé e Príncipe para Angola.


O caso remonta a finais de 2009, mas só agora é que foi tornada público pela presidência angolana através de um comunicado, que avança que: ”não existindo um acordo de extradição entre os dois países e não tendo havido autorização judicial de qualquer autoridade competente de São Tomé e Príncipe, o referido processo de extradição foi considerado ilegal”.

O comunicado acrescenta ainda, que o Ministério angolano do Interior reconheceu o “grave erro” e por conseguinte, o ministro Roberto Leal Monteiro será afastado das suas funções

Recorde-se que o general Leal Monteiro “Ngongo” foi chefe adjunto do estado-maior das FAPLA e com a criação das Forças Armadas Angolanas, em 1992, saiu do exército e passou a exercer funções de vice-ministro da defesa. Mais tarde é enviado para a Rússia como embaixador de Angola e a fevereiro de 2006, é empossado ministro do interior, substituindo Osvaldo de Jesus Serra Van-Dunen

De salientar ainda, que Jorge dos Santos Oliveira, o empresário português extraditado ilegalmente, estava acusado de fraude por um conhecido empresário e político angolano, o ex-deputado do MPLA, partido no poder, Mello Xavier, com quem trabalhou em Angola, e sobre o qual decorre um processo judicial no Supremo Tribunal angolano.

Avelino Miguel, correspondente da RFI em Angola 28/09/2010 ouvir