rfi

No ar
  • RFI em Português
  • Noticiário em Português
  • RFI Mundo

França ETA Terrorismo Espanha Polícia Atentado

Publicado a • Modificado a

Antigo líder da ETA detido em França

media
Josu Ternera foi detido “nas primeiras horas da manhã” na localidade de Sallanches AFP

Josu Ternera, um dos mais influentes lideres da organização separatista basca ETA, foi detido esta quinta-feira em território francês depois de mais de 16 anos a monte. O anúncio foi feito pelas autoridades espanholas.


Jose Antonio Urrutikoetxea Bengoechea, conhecido por Josu Ternera, foi detido “nas primeiras horas da manhã” na localidade de Sallanches, nos Alpes franceses.

A detenção foi realizada numa operação em conjunto entre a Direcção Geral de Segurança Intertior (DGSI) francesa e a Guarda Civil espanhola.

O presidente da câmara de Sallanches, Georges Morand, confirmou a detenção que diz ter decorrido no “parque de estacionamento do hospital de Sallanches onde ele [Josu Ternera] se encontrava para receber tratamento médico”, uma vez que o antigo “etarra”, que vivia perto de Saint-Gervais-les-Bains sofre de um cancro.

O antigo número um da ETA, de 68 anos, estava desaparecido desde 2002. Ternera nasceu em Miravalles (Vizcaya) em 1950 e é considerado um dos membros históricos do grupo separatista basco, tal como José Ignacio de Joana Chãos, que se encontra a monte.

Segundo o governo espanhol, Josu Ternera era o militante da ETA mais procurado pela polícia espanhola e francesa e era alvo de um mandado de detenção internacional. O ex-chefe político do grupo terrorista basco já tinha escapado por várias vezes a inúmeras tentativas de detenção.

Há um ano a ETA anunciou oficialmente a sua dissolução total e o fim da sua actividade política. Desde que foi fundada, em 1959, durante a ditadura de Francisco Franco, levou a cabo dezenas de atentados que fizeram mais de 850 vítimas mortais.