rfi

No ar
  • RFI em Português
  • Noticiário em Português
  • RFI Mundo

França Governo Coletes Amarelos forças

Publicado a • Modificado a

França: mobilização de coletes amarelos regista uma baixa

media
Os coletes amarelos bloquearam a auto-estrada A10 na comuna de Virsac próximo de Bordeaux (Gironde), no Domingo dia 18 de Novembro. NICOLAS TUCAT / AFP

Em França,o movimento dos coletes amarelos enceta o seu quinto dia, mas segundo as autoridades regista-se uma menor mobilização.Segundo observadores, o número de barreiras diminuiu dando a impressão que o movimento, contra a subida dos preços dos combustíveis e a política fiscal do executivo, começa a marcar passo.Os coletes amarelos convocaram para sábado, uma nova jornada de manifestações em toda França.


A mobilização dos coletes amarelos regista uma baixa, mas a tensão persiste nalgumas regiões, como, por exemplo, na ilha francesa da Reunião, no oceano Indico, onde a noite de terça para quarta-feira foi marcada por recontros entre activistas do movimento e as forças da ordem, assim como por tentativas de saque aos comércios.

Segundo o governo distrital da Reunião dezasseis polícias ficaram feridos e 38 pessoas foram presas.Um agente da polícia perdeu uma mão devido à explosão acidental de uma granada no veículo, em que se encontrava.

O porta-voz do governo francês, Benjamin Griveaux anunciou que desde que o movimento dos coletes amarelos teve início no sábado último, 30 membros das forças da ordem ficaram feridos.

Griveaux, precisou igualmente que, 80 guardas republicanos foram enviados como reforço para  a ilha de Reunião.

No território europeu da França, os coletes amarelos têm optado pela acção contra plataformas logísticas e zonas de actividades comerciais, cujo bloqueio se tem verificado menos impopular do que as barreiras nas estradas.

Os danos provocados na portagem da auto-estrada A 10, em Virsac, na região da Gironda ,elevam-se a milhões de euros, de acordo com Pierre Coppey, director executivo da sociedade Vinci Autoroutes.

Fontes policiais afirmam que nesta quarta-feira, o número de manifestantes não ultrapassava os 10.000.Os coletes amarelos anunciaram que estão determinados a prosseguir a sua acção.

Um apelo a manifestar sábado na Praça da Concórdia(Place de la Concorde) em Paris começou a circular nas redes sociais. Mais de 31.000 pessoas já se declararam prontas para participar na manifestação e 200.000 afirmaram estar interessadas.O governo não é favorável ao ajuntamento, na conhecida praça parisiense.