rfi

No ar
  • RFI em Português
  • Noticiário em Português
  • RFI Mundo

França Caso Benalla Voto Emmanuel Macron Esquerda Direita

Publicado a • Modificado a

França: esquerda apresenta voto de desconfiança

media
O Presidente Emmanuel Macron e o Primeiro-ministro Edouard Philippe.Paris.23 de Março 2018 PHILIPPE WOJAZER / POOL / AFP

A esquerda francesa, da qual uma parte se retirou da comissão de inquérito parlamentar sobre o Caso Benalla, superou as suas divergências e decidiu, à semelhança da oposição de direita, apresentar uma moção de censura ao executivo de Emmanuel Macron.Les Républicains,partido da direita e principal força da oposição,foi o primeiro a apresentar um voto de desconfiança.


Os três grupos da esquerda na Assembleia nacional francesa apresentaram um voto de desconfiança ao governo liderado por Edouard Philippe, no âmbito do caso Benalla. Segundo Valérie Rabault , presidente da bancada parlamentar da Nova Esquerda, a decisão de apresentar uma moção de censura foi tomada após uma reunião com a Esquerda Democrata e Republicana ( GDR ) e a França Insubmissa( LFI ). A moção reuniu 62 assinaturas, um pouco mais das 58 necessárias .

O deputado comunista André Chassaigne,do grupo Esquerda Democrata e Republicana,foi escolhido como porta-voz para defender citada moção diante da Assembleia.

No passado dia 23, Les Republicains,partido da direita na oposição,apresentou a sua proposta de voto de desconfiança ao executivo,que a líder da extrema-direita,Marine Le Pen, afirmou estar pronta para votar,com o objectivo de forçar o governo a dar explicações sobre o incidente em que esteve envolvido,no dia 1 de Maio,Alexandre Benalla, antigo colaborador do Presidente Emmanuel Macron.

As duas moções serão avaliadas na próxima terça-feira.Segundo os analistas as hipóteses de as mesmas obterem uma maioria absoluta,ou seja 289 votos, são remotas,uma vez que o partido governamental detem 312 assentos na Assembleia.