rfi

No ar
  • RFI em Português
  • Noticiário em Português
  • RFI Mundo

Incêndio Suécia Calor Seca

Publicado a • Modificado a

Suécia: incêndios gigantescos com reforços europeus

media
Na Suécia, os incêndios não dão tréguas Mats Andersson/TT News Agency via REUTERS

As autoridades suecas lançaram, esta segunda-feira, um apelo à vigilância face ao risco "extremo" de novos incêndios, com a aproximação de uma vaga de calor. Há 27 fogos activos e as previsões meteorológicas não são favoráveis.


De Oslo a Riga, os países nórdicos e bálticos estão a braços desde há várias semanas com uma onda de calor e seca que tem destruído florestas, pastos, esvaziado os lençóis freáticos e baixam o nível dos grandes lagos.

Na Suécia, os incêndios não dão tréguas, uma situação agradava pela ausência de precipitação nos últimos três meses. O país, mal equipado para estas situações, foi obrigado a apelar à solidariedade europeia.

Até ao momento, foram disponibilizados sete aviões de combate a incêndios, sete helicópteros, 60 veículos e mais de 340 pessoas através do Mecanismo de Proteção Civil da Uniao Europeia.

A meio desta segunda-feira a agência sueca de protecção civil registava 27 fogos activos em todo o território. Destes, quatro continuam fora de controlo e as previsões meteorológicas não são favoráveis aos soldados da paz.

As autoridades falam em risco “extremo” com os termómetros a atingirem os 35 graus nos próximos dias, sem qualquer previsão de chuva.