rfi

No ar
  • RFI em Português
  • Noticiário em Português
  • RFI Mundo

Moçambique Islâmico Extremismo Forças de Segurança Província

Publicado a • Modificado a

Moçambique frente ao extremismo islâmico

media
Militares moçambicanos no dia 7 de Março de 2018 em Mocímboa da Praia, após um ataque por presumidos islamistas na região. ADRIEN BARBIER / AFP

O comandante geral da polícia de Moçambique, Bernardino Rafael, garante que as Forças de Defesa e Segurança estão a combater os grupos de extremistas islâmicos que aterrorizam a província de Cabo Delgado, no norte do país, afirmando que estes têm os dias contados.


As Forças de Defesa e Seguranca estão mobilizadas nos distritos de Mocimboa da Praia, Nangade, Palma e Macomia na província de Cabo Delgado, no norte de Mocambique, para combater o extremismo e restabelecer a ordem e segurança pública.

Esta garantia foi dada pelo Comandante Geral da Polícia moçambicana, Bernardino Rafael.

A eliminação  em Olumbi no distrito de Palma, nas últimas vinte e quatro horas de nove elementos supostamente pertencentes a um grupo radical de inspiração islâmica,que no passado Domingo decapitou 10 pessoas,é o resultado mais visível da presenca das Forças de Defesa e Segurança na região, assegurou o Comandante Geral da Polícia, Bernardino Rafael.

Durante o confronto com o grupo de islamistas também conhecido pelo nome de Al-shabab, as forças de segurança moçambicanas recuperaram catanas, bem como uma arma do tipo AK47.

Rafael efectuou declarações a sua chegada à Maputo depois de ter participado na semana finda em Angola na reunião de polícias da África austral,onde foi informado sobre a existência de mocambicanos em grupos radicais que actuam na República Democrática do Congo e na Tanzânia.