rfi

No ar
  • RFI em Português
  • Noticiário em Português
  • RFI Mundo

Renamo Moçambique Yoweri Museveni Uganda Frelimo

Publicado a • Modificado a

Em Moçambique Yoweri Museveni apela à União entre Frelimo e Renamo

media
Presidente do Uganda, Yoweri Museveni. REUTERS/Hannah McKay

O Presidente do Uganda encerrou sábado a sua visita a Moçambique. Museveni defende que o desenvolvimento da África passa pela aposta na agricultura e na industrialização.Introduzir a agricultura mecanizada, apostar na industrialização, na prestação de serviços,bem como na massificação do uso das Tecnologias de Informação e Comunicação são áreas chaves para o desenvolvimento do continente africano. Estas são convicções do Presidente do Uganda, Yoweri Museveni que terminou a sua visita de Estado a Moçambique,iniciada na quinta-feira. Mais pormenores com Orfeu Lisboa em Maputo.


Com uma desloção ao quartel de Montepuez,em Cabo delgado,no norte de Moçambique onde,na década 80,recebeu formaçao político-militar que levou ao derrube da ditadura de Idi Amin,o Presidente ugandês Yoweri Museveni encerrou neste sábado a sua visita de Estado de tres dias ao país da África austral.

Durante este período, Museveni manteve conversações com o seu homólogo moçambicanoFilipe Nyusi,encontros com o ministro dos Negócios Estrangeiros e Cooperação, os combatentes da luta de libertação Nacional e assinou acordos nas áreas de Defesa e Segurança, agricultura, recursos minerais e energia.

O chefe de Estado ugandês também se avistou com Verónica Macamo Ndlovu,presidente da Assembleia da República moçambicana com quem apontou caminhos para o futuro de continente africano.

Durante o encontro com a dirigente moçambicana,Museveni sublinhou que os partidos políticos devem dar prioridade as questões relativas ao desenvolvimento afins de consolidar a implementação dos programas já em curso.

De acordo com Verónica Macamo Ndlovu, o Chefe de Estado do Uganda realçou a importância do funcionamento eficaz da administração pública nos países africanos,como elemento fundamental para a confiança dos cidadãos no Estado.

Para o alcance da paz efectiva em Moçambique, o Presidente do Uganda Yoweri Museveni apelou à união entre a Frelimo no poder e a Renamo principal força da oposição.