rfi

No ar
  • RFI em Português
  • Noticiário em Português
  • RFI Mundo

mandato presidencial Rússia Vladimir Putin Alexei Navalny notícias

Publicado a • Modificado a

Opositor Navalny detido com centenas de outros na Rússia

media
O opositor Alexeï Navalny rodeado pelos seus partidários antes da sua detenção em Moscovo. 05 de Maio de 2018 REUTERS

Manifestações organizadas pelo opositor Alexei Navalny e os seus partidários em Moscovo e noutras regiões da Rússia, resultaram na prisão de várias centenas de pessoas pelas forças da ordem. Os actos não autorizados oficialmente, decorrem dois dias antes da tomada de posse de Vladimir Putin para um quarto mandato presidencial, depois da sua vitória na eleição de 18 de Março passado.


Alexei Navalny que não pode candidatar-se à presidência da Federação da Rússia por ter estado preso semanas antes do escrutínio de 18 de Março, voltou a manifestar neste sábado em Moscovo,contra o presidente-eleito,Vladimir Putin.

O opositor russo e 350 partidários seus foram detidos pelas forças da ordem, no decurso de manifestações não permitidas pelas autoridades competentes.

Navalny tinha sido avisado pelas autoridades, para não organizar manifestações sem autorização oficial. Os comícios de protesto convocados por Alexei Navalny decorreram também noutras regiões russas.

De acordo com a agência de notícias France Presse, as forças da ordem dispersaram os manifestantes em Moscovo com gás lacrimogénio.

Nikolai Lyaskin, aliado de Navalny foi igualmente detido durante o acto de protesto em Moscovo.

Segundo o grupo de controlo independente, OVD-Info, mais de 350 pessoas foram detidas no decurso das manifestações ocorridas em várias regiões russas.

O presidente-eleito Vladimir Putin tomará posse na segunda-feira dia 7 de Maio, para um quarto mandato como Chefe de Estado da Rússia.