rfi

No ar
  • RFI em Português
  • Noticiário em Português
  • RFI Mundo
Urgente
Croácia apurou-se para oitavos de final derrotando a Argentina por 3 a 0

França ONU Rússia Síria Cessar-Fogo Alemanha

Publicado a • Modificado a

Síria: Onu aprova trégua no leste de Ghouta

media
Uma rua de Douma, maior cidade de Ghouta-leste, após um bombardeamento. 23 de Fevereiro de 2018 REUTERS/Bassam Khabieh

A resolução visando um cessar-fogo, no leste do distrito sírio de Ghouta foi adoptada na noite de sábado pelo Conselho de Segurança da ONU, depois de longas negociações para evitar um veto da Rússia. Vassily Nebenza, embaixador da Rússia junto das Nações Unidas rejeitou as acusações segundos as quais o seu país fez com que as discussões se arrastassem. Nebenza qualificou ,de dois pesos duas medidas, a atitude da comunidade internacional, quando se trata de terrorismo. Aliada de Damasco, Moscovo afirma que os rebeldes que controlam o leste de Ghouta, são grupos terroristas .A França e a Alemanha apelaram para o cessar-fogo,no leste de Ghouta,o mais depressa possível..


Depois de longas negociações, foi adoptada sábado à noite,a resolução da ONU estabelecendo por um mês o cessar-fogo no leste de Ghouta. O distrito da região de Damasco é controlado pelos rebeldes islamistas dos grupos Jaish al-Islam e Faylaq al-Rahman, assim como por uma antiga facção da rede Al-Qaeda na Síria.

Os dois primeiros grupos saudaram o cessar-fogo, mas os combates prosseguem. Aliado do governo sírio,o Irão afirmou por intermédio do seu chefe do estado-maior , general Mohammed Bagheri, que a ofensiva contra os grupos terroristas iria prosseguir em Ghouta-leste.

Segundo Bagheri, a resolução da ONU, estipula que as zonas na periferia de Damasco sob o controlo de terroristas, não são abrangidas pelo cessar-fogo.

A França e a Alemanha, cujos presidente e chanceler conversaram telefónicamente com o líder russo Vladimir Putine, apelaram para que seja aplicado imediatamente o cessar-fogo.

O embaixador russo junto das Nações Unidas, Vassily Nebenza declarou que a implementação da trégua em Ghouta-leste depende agora dos compromissos entre os protagonistas no terreno de operações.

O cessar-fogo no enclave, rodeado por território controlado pelo governo sírio , prevê nomeadamente a passagem de uma ajuda humanitária , bem como a evacuação dos feridos.

Ghouta-leste é alvo de uma ofensiva aérea das forças sírias,desde há 8 dias,que de acordo com o Observatório Sírio para os Direitos Humanos, já provocou 519 mortos, dos quais pelo menos 127 seriam crianças .

Os termos 72 horas depois da adopção do cessar-fogo, bem como imediato, foram suprimidos da resolução da ONU prevendo a trégua no leste de Ghouta.